terça-feira, 24 de abril de 2018

Vice-Prefeita e Defensora Pública planejam campanha contra violência doméstica

Na manhã de quinta-feira, (12) a vice-prefeita e secretária de Assistência Social Karen Lannes recebeu a Defensora Pública Gizane Mendina Rodrigues. Atuando no município há mais de um ano, a Defensora trouxe à secretária sua preocupação com a violência contra a mulher e a violência doméstica, que apesar dos avanços da legislação, ainda apresenta dados preocupantes na realidade social da região. Em vista dos últimos episódios de feminicídio no Município, Gizane buscou o apoio do Executivo para a realização de uma Campanha de conscientização das mulheres, esclarecendo seus direitos, como agir em casos de violência doméstica e que recursos a vítima pode buscar, tanto de atendimento, quanto no aspecto jurídico. 

No encontro Karen Lannes mostrou a Defensora o trabalho desenvolvido pela pasta nesta questão, o atendimento que vai da prevenção até ao plantão, além das ações desenvolvidas pelas 3 unidades de CRAS e pelo CREAS, e Conselho Tutelar. A vice-prefeita destacou ainda o constate apoio às situações de “Maria da Penha”, onde toda a estrutura é oferecida pela secretaria, além do acompanhamento de profissionais, assistentes sociais, pedagogos e psicólogos, “quando a situação é critica, acolhemos as crianças, o fato é que nossa equipe nunca deixa de assistir nenhuma situação, inclusive no interior do município”, considerou a secretária. A Defensora Gizane, que conheceu a estrutura da secretaria, exaltou a importância das unidades de CRAS e CREAS e na mesma ocasião teve um encontro com a Assistente Social da Unidade CRAS do Élbio Vargas, Andressa Baccin dos Santos, onde acertou a realização de uma reunião para o final do mês. Andressa disse que está propondo a realização de uma audiência pública para tratar do tema, preocupante segundo ela, e se colocou a disposição para apoiar a iniciativa, que deverá contar com apoio da Rede SUAS. A partir dessa reunião, que deverá agendar inclusive palestras de conscientização, estarão sendo definidas ações da campanha que deverá abranger escolas, já que a maioria das crianças acaba convivendo com a violência. Karen Lannes disse que a reunião foi muito importante, pois é fundamental em situações de violência e acolhimento a integração Secretaria/Judiciário. “Esse é um sinal de que estamos avançando no atendimento à comunidade, e que, com certeza vamos melhorar ainda mais”, finalizou