Últimas

Projeto “São Gabriel + Segura” é destaque no Fórum Binacional de Cidades Digitais

Uma iniciativa de integração entre Poder Público e empresariado para implantar monitoramento eletrônico e fortalecer a segurança pública da cidade de São Gabriel, foi um dos principais destaques do Fórum Binacional de Cidades Digitais, realizado nesta quinta-feira,10 de maio, no Complexo Cultural Museu Dom Diogo de Souza, em Bagé, sob promoção da Rede de Cidades Digitais e Prefeitura Municipal de Bagé. O fórum reúne experiências de utilização da tecnologia digital por administrações públicas municipais.
O prefeito Rossano Gonçalves foi um dos painelistas do evento, explicando a bem-sucedida experiência de parceria entre a Câmara de Dirigentes Lojistas, mentora do projeto, com a prefeitura e a Câmara Municipal, para viabilizar a implantação de câmeras de vigilância vinculadas a uma central de monitoramento, sob os cuidados do 4º Esquadrão da Brigada Militar, também com o apoio da Polícia Civil. Atualmente são mais de 80 câmeras em diversos pontos estratégicos da zona urbana, que tem auxiliado a BM e a Civil a elucidar diversos crimes. O Chefe do Executivo também já determinou o início do processo de aquisição de mais 60 câmeras para os próprios municipais (Prefeitura, Escolas e Postos de Saúde). “Este projeto é fruto de uma bem-sucedida parceria entre o Poder Executivo, Câmara de Vereadores, CDL e a comunidade, que se engajou na construção desta ação que usa a tecnologia digital como ferramenta de auxílio e prevenção à segurança da população”, ressaltou. Outros palestrantes do evento foram o prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer (PT), o engenheiro Javier Pena do Centro de Formación para La Integración Regional (CEFIR), entre outros. 
O diretor da RCD, José Marinho, explica que o objetivo é promover a interação entre as Prefeituras, facilitando a adoção das Tecnologias da Informação e Comunicação no processo de modernização dos serviços públicos. “Não existe mais espaço para uma administração analógica, desconectada. A tecnologia é o eixo transversal para trazer inúmeros benefícios, desburocratizar processos e promover eficiência de gestão. É neste sentido que o fórum surge como importante espaço para facilitar o planejamento das cidades”, observa. 

Nenhum comentário