Últimas notícias

Definidos os agraciados com a medalha "Honra ao Mérito Tradicionalista do Poder Legislativo 2018"

O Poder Legislativo de São Gabriel definiu o nome dos agraciados com a medalha "Honra ao Mérito Tradicionalista do Poder Legislativo 2018". 
Para entrega da honraria será realizada sessão solene em homenagem aos 183 anos da Revolução Farroupilha dia 17 de setembro, às 18:30h, no Galpão da Coordenadoria Tradicionalista Municipal (CTM), no parque Rincão das Carretas.


Obs.: São 16 agraciados, pois o presidente Vagner Aloy vai homenagear duas pessoas, sendo Floriano Pereira "in memorian". Confira quem são:


Vereador
Agraciado
Adão Valdecir Martins Santana
Diego Brito Santana
André Matheus Chiappetta Focaccia
Edison Luis Martins Perlin
Antonio Pedro de Brito Bertazzo (Pepeca)
Izadora Carvalho Mota
Carlos Alberto Mac Cord Lannes (Cacaio)
Nilton Rodrigues Miranda
Claudiomiro Borges da Silveira
José Boaventura Félix
Éder Jofre Strieder Barboza
Agapito Chaves Júnior
Evaristo de Oliveira Guedes
Julio Cesar Pereira Moreira
Felipe Nascimento Abib
Inocêncio dos Santos Camargo
Flávia Batista de Almeida
Odete de Miranda Somavilla
Marcos do Monte Vieira (Marcos Mec)
João Irapuam Teixeira Torres
Márllon Mendes Maciel
Francisco Lúcio Umpierre Miranda
Renato da Silveira Vieira
Mari Medina
Rossano Peres Farias
Humberto Machado
Vagner Aloy Rodrigues (Maninho)
Alfeu dos Santos da Silva
Valdomiro Moreira de Lima (Chiquinho)
Alcebíades de Souza Leandro
In Memorian
Floriano Pereira de Moura


Saiba mais:


Agapito Chaves Júnior, casado com Juliana Fernandes Chaves, onde teve dois filhos Érik e Gabriel Chaves. 
Começou a participar de rodeios e invernadas artísticas aos 7 anos de idade representando o CTG Querência Xucra, onde participou ainda do Departamento Cultural e Campeiro. Aos 17 anos passou a integrar o grupo artístico e campeiro do CTG Tarumã, onde nesta entidade tornou-se instrutor de danças, tendo oportunidade também de dar aulas no CTG Adaga Velha de Rosário do Sul. 
Como bailarino, instrutor e laçador, conquistou inúmeros títulos, fez parte do primeiro grupo de danças de São Gabriel a participar da final do FEGART, representando o CTG Tarumã, logo passou a ter seus grupos entre os melhores da região, e como laçador tem consigo o 3º lugar do Estado do Rio Grande do Sul nas categorias piá, rapaz, guri e individual. Como equipe carrega o título de campeão do Rodeio Internacional do Conesul, na Estância do Minuano na cidade de Santa Maria no ano de 2017 representando o CTG Caiboaté, e atualmente é o campeão de Laço Patrão de São Gabriel nos últimos 3 anos. 
Há 15 anos vem fazendo parte do CTG Caiboaté, onde entrou como instrutor e logo passou a integrar sua patronagem, sendo capataz nas gestões 2009/12 e 2012/15. Neste mesmo ano colocou seu nome a disposição para vir de Patrão desta entidade, considerada uma das mais destacadas do Estado, e encontra-se no cargo até o corrente ano. 
Há 22 anos tornou-se narrador de rodeios, e tem incluso em seu currículo a FECARS (Festa Campeira do Estado do Rio Grande do Sul) e está entre os 3 narradores selecionados para o Rodeio Nacional de Campeões por vários anos seguidos, que ocorre em Araranguá no Estado de Santa Catarina. 
Ao longo dos anos, tem uma agenda repleta de rodeios pelos quatro cantos do Estado como: Rodeio Internacional de Gravataí, Rodeio Internacional de Vacaria, Rodeio Internacional do MERCOSUL, Bahia e Minas Gerais, porém se orgulha muito mais em ser o narrador da grande maioria dos rodeios de São Gabriel e Região, pois prefere estar junto de amigos e das entidades que o fizeram crescer. 
Agapito procura sempre manter vivas nossas tradições, pois estando com a família dentro do movimento é ter a certeza de que nossos jovens e crianças estarão em um lugar sadio, familiar e convivendo com quem possa lhe trazer algo positivo.


Alfeu dos Santos da Silva 

Nascido em São Gabriel, criado na campanha e no labor das lidas do campo, mais precisamente na localidade de Vila Gomes, distrito de Batovi. 
Participou ativamente dos pioneiros movimentos que foram precursores do tradicionalismo da nossa terra dos C.T.G. Caiboaté e Tarumã, ficando sócio remido destes centros, onde segue ativo com sua esposa nos eventos sociais. Posteriormente foi também um dos fundadores do P.T.G. Sentinela do Vacacaí. 
Sempre atuante das Invernadas Campeiras, também destacou-se como membro da patronagem destas entidades nas gestões dos Patrões: 
Derly dos Santos Melo e Itamar Maldonado Chaves – C.T.G. Caiboaté; 
Otávio Caon, Homero Laureano e Paulo Soares – C.T.G. Tarumã; 
Luiz Carlos Ouriques e Milton Moraes Neves – P.T.G. Sentinela do Vacacaí. 
Defendendo as entidades citadas e a cidade de São Gabriel, disputou provas campeiras nos maiores e principais eventos tradicionalistas do estado como: 
-Semana Crioula Internacional de Bagé; 
-Rodeio internacional da cidade de Vacaria; 
-Rodeio internacional do Conesul, Estância do Minuano, Santa Maria. 
E paralelamente em todas as festas campeiras e eventos tradicionalistas da nossa cidade e região. 
Na Galeria de Títulos destas entidades se encontram troféus de diversas modalidades de provas campeiras que o homenageado disputou em equipe e individualmente. 
Devido a sua dedicação, amor e respeito ao cavalo, possui em particular, na sua residência, um modesto acervo de troféus pelas vitórias conquistadas em uma verdadeira paixão pela Prova de Rédeas, onde também ensinou e adestrou diversos equinos que ficaram conhecidos pelo brilhante desempenho e destaque nas pistas, canchas e arenas de rodeios. 



Mari Medina 

Mariele Machado de Moraes , conhecida por Mari Medina,nascida na família Medina, em sua 4º geração do berço musical, iniciou sua atuação no tradicionalismo aos 2 anos de idade , tendo como seu maior incentivador seu pai, o músico tradicionalista Gilberto Medina (in memorian). 
Mari Medina participou de Entidades como o antigo CTG Sepé Tiarajú , gestão Jorge Goes (1990-1994) sendo prenda Dente de Leite e antigo CTG Rodeio do Passo do Ivo gestão Sérgio Santana (1995-1998),sendo prenda Mirim. 
Participante da Reculuta Municipal há 15 anos , nas provas de declamação dança de salão e solista vocal, Mari Medina conquistou várias classificações e acredita que manter viva a chama do tradicionalismo é uma forma de enaltecer os seus laços de amor eterno com seu pai. 
Na Reculuta representou os CTGs Clarim Campeiro , Sentinela do Rio Grande , Passo do Ivo , e Lenço Verde (sua atual entidade). 
Mari Medina também fez parte do Grupo de Artes nativas “Os Mananciais ’’, quando adolescente. 
Como professora Mari busca incentivar seus alunos ao amor pelas tradições , bem como também sua filha que em 2017 estreou na Reculuta Municipal , seguindo os passos de sua mãe. 
“Que a musicalidade esteja sempre presente em nossas vidas , como arte e cultura, mantendo viva a chama do gauchismo .” É a frase que guia sua jornada...


CAMARGUINHO DA FRONTEIRA (Inocêncio dos Santos Camargo) 

Nascido em Santo Antonio no distrito de Tiaraju no dia 04 de agosto de 1965, Inocêncio dos Santos Camargo, pseudônimo Camarguinho da Fronteira, filho do Sr. Feliciano Martins Camargo e da Srª Eurides dos Santos Camargo, cantor, compositor, inseminador artificial de bovinos e divulgador das tradições do nosso Rio Grande. Antes de entrar no meio artístico foi carreteiro, peão de estância, capataz e domador. Tendo inicio em sua carreira artística em 1997, onde gravou seu primeiro CD, Louco e Domador, hoje com 20 anos de carreira, possui 10 CDs gravados e 5 DVDs, nunca fugindo de suas origens e representando a cultura gaucha, orgulhando-se de pertencer a nossa amada São Gabriel, Terra dos Marechais, Capital dos Careteiros. 



DIEGO BRITO SANTANA 
Natural de são Gabriel, foi diretor artístico e cultural por vários anos do CTG Sentinela do Forte de São Gabriel. 
Organizador de ciranda e entrevero nos anos de 2014 a 2016, patrão do CTG Sentinela do Forte de São Gabriel, na gestão de 2015/2016. 

Dançarino e coordenador do Grupo Veterano, recebendo diversas premiações, como Tri-Campeão do Rodeio Internacional de Canela. 
Curso de formação tradicionalista, CFOR BASICO de 2014 e 2016
Curso de Avaliador de ciranda de Prendas e Entrevero no ano de 2015. 
Curso de indumentária Gaúcha no ano de 2015. 
Painel de Danças Tradicionalistas (Santa Cruz do Sul – 2015) 
Curso de Avaliador de Ciranda de Prendas e Entrevero de Peões de 2016 a 2018. Idealizador e organizador do festival SENTINELA EM DANÇA E ARTE, (um dos maiores festival da 18ª Região Tradicionalista, por 4 anos consecutivos). 
Organizador de 3 Regionais do ENART, de 2016 a 2018. 

Curso de Posteiro Ensaiador de Danças Tradicionais em Santa Maria – 2017. 
Organizador do CFOR BASICO realizado na cidade de São Gabriel – 2017. 

Avaliador da Ciranda Regional da 5ª Região Tradicionalista em Pantano Grande – 2017. 
Avaliador da Ciranda Regional da 20ª Região Tradicionalista no ano em Buricá – 2018. 
Avaliador da Ciranda Cultural do Município de Caçapava do Sul – 2017 
Avaliador da Ciranda Cultural do CTG Querência Xucra nos anos 2017 e 2018. 
Avaliador de Regionais de Concursos de Dança de Salão e Chula – 2018. 
Palestrante para grupos de Danças Tradicionais. 
Organizador e maior motivador do Circuito da 18ª RT (que hoje esta em sua 5ª edição). 

Atualmente DIRETOR ARTISTICO DA 18ª REGIÃO TRADICIONALISTA


ALCEBÍADES DE SOUZA LEANDRO Casado com Senir Teresinha Guedes Leandro, pai de Rosangela Leandro Farezin, Carla Guedes Leandro, avô de Juliane Leandro Farezin, Laura Leandro Pinto e Julia Leandro Saldanha. 

Serviu ao exercito brasileiro, onde foi dos dragões da Independência, hoje na reserva é pecuarista e foi patrão do CTG Três Querências por 14 anos, onde realizou muitas benfeitorias e fez grandes amizades.


EDISON LUIS MARTINS PERLIN, O EDINHO PERLIN
NASCIDO NO DIA 20 DE NOVEMBRO DE 1964 

FILHO DE: GUERINO PERLIN E MARIA LUISA MARTINS PERLIN 
IRMÃO DE MARCOS EDUARDO, JOÁO ANDRE, GIOVANI E ANGELA PERLIN 
TEM DOIS FILHOS ENZO GABRIEL PANIZ PERLIN E ANTONELLA PANIZ PERLIN 
TEVE TODA FORMAÇÃO ESTUDANTIL INICIAL NA CIDADE DE SÃO GABRIEL 
FORMADO EM FARMÁCIA E BIOQUÍMICA PELA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS. 

PÓS GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR PELO IAHCS 
PÓS GRADUAÇÃO EM ACUPUNTURA PELA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA 

ESPECIALIZAÇÃO EM TERAPIA FLORAL DE BACH MAIS SEIS SISTEMAS PELO CENTRO SAMADHI 
LOCUTOR DE RÁDIO APRESENTADOR DE TV PELA OSCIP PADRE LANDELL DE MOURA 
APRESENTADOR DE TV PELA TV SÃO GABRIEL 
PROFESSOR DE FARMÁCIA E DROGARIA PARA BALCONISTAS NA REDE TC 
CRIADOR E APRESENTADOR DO PROGRAMA MALA DE GARUPA NA RADIO BATOVI. 

PARTICIPAÇÀO DO GRUPO DE CAVALGADAS SEPÉ TIARAJU RECEBENDO MEDALHA DE ASPIRANTE COM MAIS DE 1.000KM DE CAVALGADAS. 
FOI CHEFE DA SOROLOGIA PRÉ TRANSFUSIONAL DO HOSPITAL GERAL DE PORTO ALEGRE E TRABALHOU NO SETOR DE EMERGÊNCIA DO MESMO, ALEM DE VARIOS HOSPITAIS DA GRANDE PORTO ALEGRE ONDE ERA PLANTONISTA. 
PAI QUE AMA SEUS FILHOS ACIMA DE TUDO!! 
A MÚSICA SURGIU CEDO EM SUA VIDA, COM VEIAS ARTÍSTICAS HERDADAS DE SEU AVO MATERNO FELIPE NERI MARTINS, EXÍMIO VIOLÃO SETE CORDAS E VIOLINISTA 
PELA VIDA TODA FREQUENTANDO CTGS E MANTENDO A VEIA TRADICIONALISTA FORTE, A MÚSICA TORNOU-SE PARTE PROFISSIONAL EM SUA VIDA NO ANO DE 2005 PARA SAIR DE UMA DEPRESSÃO PROFUNDA CAUSADO POR ACIDENTE QUE MUTILOU SEU JOELHO DIREITO, 
ESTIMULADO POR AMIGOS A FAZER UM DISCO COM MÚSICAS PRÓPRIAS E ALGUMAS REGRAVAÇÕES, O CD “SILHUETAS DE CAMPO” 
FRANCISCO LUZARDO, ANDRÉ OLIVEIRA, ROGÉRIO MELO, GILBERTO MELO, GLAUCO LEMOS E SEU TIO TONINHO FORAM PESSOAS IMPORTANTES NESSA NOVA ETAPA ETERNAMENTE GRATO A ELES. 
E DEU CERTO, A VIDA E TODO ESPLENDOR FIZERAM QUE UM NOVO CD FOSSE CONFIGURADO O CD ÄCORDES PAMPEROS” 
DEU MAIS CERTO AINDA AO SER INDICADO PELA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES NO NOME DO VEREADOR ANDRE MATHEUS CHIAPPETTA FOCACCIA, DE RECEBER O PREMIO MÉRITO TRADICIONALISTA. 
LOCAL ONDE OS MAIS RENOMADOS TRADICIONALISTAS FAZEM PARTE. ESPERO, HUMILDEMENTE, PODER SEGUIR SEMPRE COM A CHAMA DA TRADIÇÃO ACESA DENTRO DO MEU CORAÇÃO PARA PERPETUAR POR ONDE FOR ESSE SENTIMENTO TERUÑO, DE SER GAÚCHO!!


Francisco Lúcio Umpierre Miranda nasceu em São Gabriel, em 1958. É casado com Marlene Camargo de Souza Miranda, pai de Diego de Souza Miranda e Lucas de Souza Miranda. Foi como membro do Corpo de Bombeiros que construiu sua carreira profissional, onde atualmente é 1º Tenente aposentado. Iniciou no movimento tradicionalista em 1997 onde: - Foi Conselheiro da Coordenadoria tradicionalista Municipal em 2001, 2002 e 2003; - Patrão do CTG Sentinela do Forte de 2005 a 2008; - Presidente do conselho da coordenadoria tradicionalista municipal em 2009; - Patrão do CTG Sentinela do Forte de 2010 a 2012; - Conselheiro da 18º região tradicionalista em 2016; - Patrão do CTG Sentinela do Forte em 2017. 



Floriano Pereira de Moura 

Floriano Moura, bisneto de Manoel Bento Pereira “Maneco Pereira, o homem que laçava com o pé", tradicionalista, filho de Feliciano e Maria Manoela Moura, nascido em 19 de Junho de 1919, casado com Amazilia Jorge de Moura, trabalhador rural, pai de 11 filhos e avô. Floriano deixou de herança a seus filhos, netos e bisnetos o tradicionalismo, na qual hoje seguem a tradição junto do CTG Maneco Pereira estando na patronagem atual a terceira geração da Família Moura. 
Floriano foi um dos idealizadores da fundação do CTG Maneco Pereira, junto de Eron Pereira (genro de Floriano e bisneto de Maneco), Nilson Moura e Gazi Pereira. Floriano foi quem doou o terreno para que fosse ali construída a sede da entidade no corredor do copo sujo no mesmo bairro onde residia e boa parte da família Moura filhos, netos e bisnetos residem até hoje. 
Seus 11 filhos: Sérgio e Eloina (in memoriam), Hetor, Hélio, Manoel, Eloísa, Helena, Vera, Rubem Paulo, Antonio Carlos e Maria Angelica. 
Floriano Moura era um tradicionalista nato, gaúcho de fato, por diversas vezes fez o 20 de setembro junto da bandeira do Brasil representando o CTG Maneco Pereira , acompanhado de seus filhos e netos. 
Floriano Moura nos deixou com 84 anos de idade no dia 30 de Abril de 2004.


HUMBERTO MACHADO DA SILVA 

Músico, Compositor e Acordeonista com mais de 20 anos de estrada, fez parte de diversos Grupos de expressão, entre eles Os Minuanos, Eco do Minuano e Os Mirins, tocando em bailes por todo o Brasil e até nos Países da América do Sul. 
Hoje está a frente do Grupo MDS atuando em toda a Região Central e Fronteira Oeste. 
Possui dois CDs gravados e está preparando o terceiro para o ano de 2019. 
Segue animando bailes por toda região levando o nome de São Gabriel por aonde vai.


Izadora Carvalho Mota 

Izadora, filha de Sabrina e Izan, tem 13 anos de idade e em 2013 iniciou sua trajetória no cenário artístico tradicionalista. Tendo grande destaque em nosso município e também representando São Gabriel com vitórias e belas apresentações em diversos eventos realizados em outras cidades. 
No ano de 2015, ainda em Divisas Municipais, esta pequena e grande tradicionalista obteve sua primeira conquista, que foi o 1º lugar no Festival Joãozinho da Ponte. Ainda no referido ano conquistou o 1º lugar na Estância Piá. 
No ano de 2016 Izadora obteve diversas conquistas, tais como: 

3º lugar no Grande Festival Estadual Fest Mirim; 
2º lugar no 6º Circuito de Rodeios - São Sepé; 
2º lugar no Sentinela em Dança - São Gabriel; 
1º lugar no Canto da Terra - São Gabriel; 
1º lugar no Cantarte - Santa Margarida do Sul; 
1º lugar da Gauderiada da Canção - Rosário do Sul; 
1º lugar na Reculuta Municipal - São Gabriel; 

Já em 2017, também com diversas conquistas, Izadora alcançou: 
3º lugar no Grande Festival Estadual Fest Mirim; 
2º lugar no Quatro Tentos da Canção; 
2º lugar no Forte em Dança - Caçapava do Sul; 
2º lugar no Sentinela em Dança - São Gabriel; 
1º lugar no Cantarte - Santa Margarida do Sul; 
1º lugar no Canto da Terra - São Gabriel; 

Participando de outras modalidades da arte tradicionalista, Izadora conquistou o 1º lugar na Reculuta Municipal 2017 - São Gabriel, na Categoria Violão. 

Não fugindo à regra em 2018 Izadora foi Campeã do Fenartchê - Caçapava do Sul. Ainda em 2018, conquistou o 1º lugar XV Xucrão Cultural - São Gabriel; e o Passo em Dança - Rosário do Sul. 
Assim, temos o notório conhecimento de que Izadora merece, não só o reconhecimento do Poder Legislativo Gabrielense, mas de Toda a Comunidade Gabrielense.


Odete de Miranda Somavilla 

Gaiteira, Contrabaixista,Vocalista. 
Natural do Batovi, filha de Belmiro Freitas de Miranda e Teresa Souto de Miranda.   
Já participou de programações ao vivo inclusive vozes rurais, apresentado por Gilberto Melo, Programa Raízes do Pampa da Rádio São Gabriel e em variados lugares como Mateadas ao vivo. 
As Segundas, serve como Capataz no CTG Lenço Branco do Bom Fim, faz parte também da Reculuta. 
Campeã adulta de gaita e piano 80 baixos. 
Toca instrumentos musicais desde seus 14 anos, sem nunca ter aulas com um professor de música, foi adquirindo assim sua pratica musical com o passar dos anos. 
Recebendo assim o Título de Mérito Tradicionalista 



Nilton Rodrigues Miranda 
Filho desta terra, nascido em 10 de janeiro de 1965, filho de Gentil Miranda e Ilda Rodrigues Miranda. 
Nilton é casado com Rosane Biscaglia Miranda e juntos constituíram uma família com três filhos: Bruno Biscaglia Miranda, Lucas Biscaglia Miranda e Antônia Biscaglia Miranda. 
Trabalhou por muitos anos na aviação agrícola o que lhe proporcionou conhecer quase que a totalidade do território municipal e maioria dos agricultores da Região. 
Desde jovem participou de entidades tradicionalistas, dançando em invernadas artísticas. 
É um dos sócios Fundadores do CTG Querência do Pai Quatí, foi capataz por 4 mandatos e Patrão no Biênio 2004/2006. 
Nilton Miranda fez parte da Patronagem da 18ª região tradicionalista como presidente do conselho de ética, Membro do conselho de Vaqueanos da CTM por dois mandatos e também no ano de 2007/2008, foi Patrão da Coordenadoria Tradicionalista Municipal. 

Sempre procurou viver e criar seus filhos de acordo com os costumes de nossa tradição, na certeza de que mais do que nunca os Ctgs ainda são os melhores lugares para as família conviverem.


Júlio Cesar Pereira Moreira 

Júlio César Pereira Moreira nasceu em São Gabriel no ano de 1983 . Filho de Lili Maria Pereira Moreira e Luis Eron Rodrigues Moreira, desde muito jovem, Júlio viu na cultura tradicionalista uma forma de expressão e valorização do povo gaúcho. Uma ideologia de pai para filho. De família. 
Por isso, ainda criança, com apenas 4 anos, passou a integrar as fileiras do CTG Caiboaté, entidade que defendeu as cores, por muito anos, e integrou suas invernadas artísticas. 
Em 1998, Júlio ingressou na Patronagem da Coordenadoria Tradicionalista Municipal, ano em que seu tio, Marco Moreira, ocupou o cargo de Patrão da entidade. 
Dois anos depois, já com um vasto currículo de serviços prestados ao tradicionalismo, Júlio foi convidado pelo saudoso Italmir Maldonado Chaves, na época Patrão da 18ª Região Tradicionalista, a assumir o cargo de Diretor do Departamento Jovem da 18ª RT. 
De lá para cá, o tradicionalismo passou a fazer parte do seu dia a dia e não demorou muito para assumir um compromisso maior. Em 2017, Júlio foi eleito Patrão da Coordenadoria Tradicionalista Municipal, entidade responsável por organizar e coordenar os principais eventos da cultura gaúcha em São Gabriel. 
Como patrão, há um ano à frente da entidade, Júlio implantou uma fórmula de gestão que defende, principalmente, o fortalecimento das instituições filiadas, sempre valorizando a cultura gaúcha. 
Dentro deste projeto, junto com sua Patronagem, ele conseguiu manter ativa a maior Semana Farroupilha do interior do Rio Grande do Sul e fortaleceu a Reculuta Tradicionalista Municipal, com atividades todo o ano e provas inseridas no programa da Semana Gaúcha, no mês de setembro. 
Nesta gestão, ainda estão sendo desenvolvidos projetos, como Campanha do Agasalho, Atividades com idosos do Asilo São João e um Seminário para Peões e Prendas com a presença do Presidente do Movimento Tradicionalista Municipal, Nairioli Antunes Callegaro. 
Júlio encerra o seu currículo transcrevendo uma frase. 
Alguém disse um dia: Se trouxeres teu orgulho de ser brasileiro, te entregarei a minha honra de ser gaúcho. Não é verdade. 

Quando vivenciamos a nossa cultura, com amor e dedicação todos os dias, nada supera a honra de ser gaúcho. 


JOSÉ BOAVENTURA FÉLIX, é casado, pai de cinco filhos, nascido e criado no interior de Caçapava do Sul, filho de agricultores, trabalhou no campo até vir para o quartel 6º BE, onde serviu por 6 anos e 6 meses. Fopi destaque no pelotão de armas , ganhou vários elogios durante a parada militar e também foi clarim. 

É músico profissional, fez o curso na Ordem dos Músicos do Brasil em Porto Alegre. Foi o fundador do CTG Querência Xucra , onde é sócio remido. Ajudou a criar as invernadas artísticas juvenis e mirins. Foi professor de dança das invernadas adulta, juvenil e mirim, participando de vários concursos de dança. Ingressou na Rádio Emissora Batovi graças ao apoio de seu compadre Adão Vanderlei (in memorian). Fez curso de radialista da Feplan n acidade de Porto Alegre. 
Em 1992 foi escolhido funcionário destaque do rádio gabrielense e cidadão gabrielense pela Câmara de Vereadores. Trabalhou durante 22 anos com tambo de leite durante os intervalos da atividade no rádio. 
Em 2012 foi candidato a vereador. Em 2017 gravou seu primeiro CD com seu grupo Vaqueanos da Querência. 
Hoje está aposentado, mas ainda desempenha a função de locutor com muito orgulho, e leva a vida como pequeno produtor de gado de corte e diretor do grupo Vaqueanos da Querência.


João Irapuam Teixeira Torres, natural de Lavras do Sul, nascido em 23/06/1938, filho de Aristides Torres e Francisca Morena Teixeira. 

Mudou-se para São Gabriel em 1953, com 15 anos, passando a residir no Hotel Rio Branco, hoje Sobrado da Praça. 
Nessa época já mostrava interesse pelo movimento tradicionalista gaúcho iniciado em Porto Alegre por Paixão Côrtes, Barbosa Lessa e Glauco Saraiva, que culminou com a fundação do CTG 35, em 1948. 
Reunido com parentes e amigos da época, como Rolino Leonardo Vieira, Francisco Clésio Teixeira, Galeno Evangelho Costa, Icoray Kalil Teixeira, Helio de Oliveira Machado e Paulo Iguatemi Teixeira, entre outros, iniciou o movimento tradicionalista gaúcho em São Gabriel. 
Integrou a primeira patronagem eleita do CTG Caiboaté, em 1956, bem como fez parte das patronagens que se seguiram, quando passou a publicar artigos nos jornais locais e apresentou o programa "'Gauchismo e Tradição”, pela Rádio São Gabriel, sempre com o intuito de divulgar o movimento gaúcho e a cultura rio-grandense. 
No final da década de 70 e início dos anos 80 passou a integrar a patronagem do CTG Tarumã, no qual ficou responsável pela Invernada Cultural, período em que organizou a biblioteca do CTG e promoveu ciclos de palestras, nas quais foram palestrantes Paixão Côrtes, Barbosa Lessa e outros tradicionalistas de renome. 
Foi idealizador do Diploma Alcides Maya, que por um tempo foi concedido, pelo CTG Tarumã , aos vultos que se destacaram no culto e desenvolvimento do tradicionalismo em São Gabriel 
Nos anos 80, também, foi colunista do extinto semanário “O Jornal”, cuja coluna possuía o mesmo nome do programa de rádio que apresentou no final dos anos 50, ou seja, “Gauchismo e Tradição”. 
Foi o intendente da Cidade de Lona montada no Parque de Exposições Assis Brasil por ocasião das Semanas do Carreteiro e Encontro de Contadores de Causos, realizados pelo Governo Municipal de 1982 a 1984. 
Foi casado com Eglais Godinho Torres, de cuja união nasceram os filhos Valério, Jaciara, Guacira e Thiago e os netos André, Valério Jr, Barthira, João Manuel e Helena. 
Faleceu em 03/06/2017 aos 78 anos.   

Nenhum comentário