segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Ricardo Coirolo anuncia saída do PDT. Rossano Gonçalves também poderia estar de saída

O Secretário de Saúde de São Gabriel, médico Ricardo Lannes Coirolo, oficializou na tarde desta segunda-feira (26) a sua desfiliação do PDT – Partido Democrático Trabalhista. A decisão foi comunicada a presidente municipal da sigla, secretária de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Juliana Medeiros Carvalho. 
De acordo com o secretário, a decisão de deixar o PDT tem a ver com o posicionamento da sigla no Estado e no Brasil. Por exemplo. Ricardo Coirolo é a favor da redução da maioridade penal, postura que é diferente das direções estadual e federal.

O candidato do PDT ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano, Ciro Gomes, chegou a criticar a condução da atual política de segurança pública, em especial, a intervenção federal no Rio de Janeiro e o constante uso das Forças Armadas no policiamento das cidades. Ele disse que, se eleito, assumiria a responsabilidade sobre esta questão, mas faria “de outra forma”. O pedetista se colocou contrário à redução da maioridade penal, proposta que tramita no Congresso há anos e é defendida por setores mais conservadores.
“Eu já estava, há algum tempo, desgostoso e insatisfeito com o rumo que o partido vinha tomando a nível estadual e nacional. Totalmente contrário ao que sempre pensei e tenho como ideologia. O PDT perdeu a essência. Tudo que o PDT preconiza, hoje, é diferente do que eu penso”, disse em entrevista ao blog N1 Notícias.
Ricardo Coirolo não revela a possibilidade de ingressar em uma nova sigla, mas garantiu que continuará militante ao lado do atual prefeito Rossano Gonçalves. Aliás, Rossano também poderá deixar o PDT nos próximos dias.
Nas rodas de conversa, inclusive, tem sido comentado que, em caso de saída de Rossano, um possível destino seria o PR devido a proximidade com o ex-pedetista Deputado Federal Giovani Cherini.