PROCURE UMA NOTÍCIA AQUI:

sábado, 9 de fevereiro de 2019

RGE troca 509 postes em três meses em São Gabriel

No último trimestre de 2018 a RGE executou importantes obras na rede elétrica de São Gabriel. A distribuidora do grupo CPFL executou ações de reforço e modernização da rede com foco, principalmente, na troca de postes. Somente entre outubro e dezembro 509 postes de madeira foram substituídos por novas unidades de concreto, 1 novo religador automático foi instalado e 2,1 Km de rede nova foram construídos. O investimento total neste período foi de R$ 1,12 milhão.
Os postes de concreto dão mais proteção ao sistema e somados a outros equipamentos o tornam mais moderno e tecnológico. É o caso dos religadores automáticos. Em São Gabriel há 40 religadores em operação. Eles são responsáveis por restabelecer a energia em um curto espaço de tempo quando a interrupção ocorre sem danos físicos na rede, como quando um galho de árvore encosta em um cabo.
O religador também auxilia o Centro de Operações na realização de manobras de carga, necessárias quando há um desligamento para obra programada ou emergencial. A manobra permite que a energia seja direcionada às redes de baixa tensão e chegue aos clientes por meio de outros circuitos.
O Consultor de Negócios da RGE, Carlos Amorim, destaca a relevância de investimentos preventivos na melhoria da rede elétrica. “Essas ações permitem uma maior confiabilidade no sistema e reduzem muito os riscos de interrupção de energia beneficiando os 25 mil clientes que a companhia possui no município”, explica. 
Alinhada com o Planejamento Estratégico do Grupo CPFL Energia, a RGE investiu R$ 485 milhões em toda área de concessão, em obras de ampliação, melhoria e modernização da rede nos três primeiros trimestres de 2018. De janeiro a setembro, a distribuidora substituiu 54 mil postes de madeira por concreto nos 381 municípios da sua área de concessão.

Sobre a RGE
Responsável por distribuir 65% da energia elétrica consumida no Rio Grande do Sul e atender 2,86 milhões de clientes residenciais, industriais e comerciais em 381 municípios gaúchos, a RGE é hoje a maior distribuidora da CPFL Energia em extensão territorial e número de cidades atendidas. A área de concessão da companhia, que é resultado do agrupamento das distribuidoras RGE e RGE Sul, realizado em janeiro de 2019, totaliza 189 mil km² de extensão, abrangendo as áreas urbanas e rurais das regiões Metropolitana, Centro-Oeste, Norte e Nordeste do estado.
Os investimentos realizados pela RGE contribuem para o desenvolvimento socioeconômico de locais de fundamental importância para a economia do estado, que vão desde fortes polos turísticos, agrícolas e pecuários, até grandes centros industriais e comerciais, trazendo mais bem-estar, conforto e infraestrutura para a vida de 7,4 milhões de gaúchos. 

Sobre a CPFL Energia
A CPFL Energia, há 106 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a segunda maior organização empresarial do mundo e a maior companhia de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong.
Com 14% de participação, a CPFL Energia é vice-líder no mercado de distribuição, totalizando cerca de 9,4 milhões de clientes em 679 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 14% na venda para consumidores finais. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.
Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. Ao final do terceiro trimestre de 2018, a capacidade instalada do Grupo CPFL alcançou 3.283 MW.
A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da B3 e ADR Nível III na NYSE, além de participar do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3 pelo 13º ano consecutivo. O Grupo também ocupa posição de destaque como um dos maiores investidores brasileiros em arte, cultura e esporte.