BUSCADOR DE NOTÍCIAS:

terça-feira, 12 de março de 2019

Prefeitos debatem dívida do Estado em encontro da AMFRO

“Não podemos aceitar calote. Os governos mudam, mas os compromissos ficam. O governo foi eleito para encontrar soluções para o endividamento do Estado, e não cabem mais postergações quando se trata da vida dos gaúchos”. Com esta manifestação, o prefeito Rossano Gonçalves defendeu uma ação enérgica dos prefeitos frente à dívida do Governo Estadual referente aos atrasos com a área da Saúde, em reunião da Associação dos Municípios da Fronteira Oeste (AMFRO), nesta terça-feira, 12 de março, em Porto Alegre. O Chefe do Executivo Municipal se faz acompanhar dos secretários Artur Goularte (Fazenda) e Ricardo Coirolo (Saúde).
O encontro reúne prefeitos, vice-prefeitos e secretários municipais de 14 municípios da Fronteira Oeste. Segundo levantamento apresentado no encontro, o endividamento do Estado com os municípios já soma R$ 1,127 bilhões, e até agora, passados 71 dias de sua posse, o governo estadual não apresenta um calendário de pagamentos dos atrasos, que prejudicam os serviços em postos de saúde e também em hospitais. Os prefeitos discutem medidas e uma pressão junto à Famurs (Federação de Associações dos Municípios do RS) por uma posição mais enérgica.