PROCURE UMA NOTÍCIA AQUI:

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Vereador Evaristo de Oliveira fala sobre afastamento por motivos de saúde

O vereador Evaristo de Oliveira (PPS) enviou ofício ao presidente do Legislativo, Adão Santana, a ao presidente da CCJ, Rossano Farias, solicitando o seu afastamento da Comissão de Constituição e Justiça, por estar fazendo um tratamento para tratar da depressão. O vereador também confirmou que vai continuar participando das sessões ordinárias, que ocorrem todas as segundas e quintas-feiras no plenário da Câmara.
Diversos vereadores se solidarizaram com o colega durante a sessão de quinta-feira, quando Evaristo assumiu na tribuna que vinha passando por este problema. “Eu estou com um problema de saúde e fui orientado pelos médicos a não participar (das sessões) e me licenciar da Câmara, porque eu estou fazendo um tratamento contra a depressão. Eu estava com depressão e não sabia. Fui levado aos médicos pelos meus filhos, que perceberam algo de diferente em mim”, afirmou Evaristo. 
O vereador Antônio Bertazzo (PDT) apoiou afirmando, “eu quero me colocar a disposição do senhor, não como um colega, mas como um amigo para o que o senhor precisar”. Evaristo ainda informou que vai passar por um tratamento de um mês e que tomou a atitude certa que foi buscar ajuda médica. Em reunião da CCJ na última segunda-feira, o presidente da comissão confirmou o afastamento do vereador. A CCJ agora segue com suas deliberações com cinco vereadores: Rossano Farias, Márllon Maciel, Felipe Abib, Renato Silveira e Carlos Alberto Lanes.