PROCURE UMA NOTÍCIA AQUI:

terça-feira, 18 de junho de 2019

9º RCB vai comandar Força Tarefa humanitária na divisa com a Venezuela

O 9º Regimento de Cavalaria Blindado, João Propício, recebeu a missão de comandar uma das Forças-tarefa, que vai compor o novo agrupamento de militares na Operação Acolhida, próximo a fronteira com a Venezuela. Os quartéis de São Gabriel vão enviar 90 militares, para atuarem na cidade de Boa Vista, estado de Roraima, por um período de quatro meses.
Serão 80 militares do 9º RCB, dois da 13º CiaCom e oito do 6º BE. E para apoiar o sucesso da operação que o presidente da Câmara de Vereadores, Adão Santana (PTB), representou o Poder Legislativo na formatura de iniciação do treinamento dos militares. A solenidade contou com a presença do General de Brigada Carlos Augusto Ramires Teixeira, comandante da 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada.

A função do exército é dar apoio na questão logística e humanitária dos centros de refugiados, juntamente com entidades civis como a ONU e a Unicef. Segundo informações do exército foram identificados cerca de 15 mil venezuelanos atravessando a fronteira, fugindo da escassez econômica vivida pelo país vizinho. Eles são acolhidos, registrados e imunizados, os que desejam permanecer no Brasil são encaminhados com suas famílias para inserção no mercado de trabalho e para o interior do país.
O Comandante do Regimento, Rocco Figueiró Rosito, comemorou a oportunidade, “é uma honra para o Regimento comandar esta Força Tarefa e levar a mão amiga aos nossos vizinhos. Agradeço a comunidade local de São Gabriel, aos órgãos públicos, que tem nos apoiado, a família militar, ao Fisk, que está nos dando suporte e familiaridade com o idioma espanhol e a Secretaria de Saúde, com imunização de nosso contingente. Será uma missão histórica para o nosso regimento e para o município de São Gabriel”.