PROCURE UMA NOTÍCIA AQUI:

segunda-feira, 3 de junho de 2019

Sessão da Câmara é interrompida após discussão

A sessão legislativa da Câmara Municipal de Vereadores de São Gabriel ficou interrompida por mais de 20 minutos após uma discussão envolvendo um integrante do PRB – Partido Republicano do Brasileiro, que estava na plateia e a vereadora Flávia Batista de Almeida, do PP. A polêmica tem a ver com os debates sobre os gastos relacionados as diárias dos vereadores. Uma equipe da Brigada Militar foi chamada e uma ocorrência policial foi registrada.
Os dados de 497 Câmaras, levantados pelo MPC – Ministério Públicos de Contas, foram divulgados na primeira quinzena de maio. A Câmara de Vereadores de São Gabriel apareceu em sexto lugar no ranking de gastos no Estado. Só perdeu para Bom Jesus, Santana do Livramento, Rosário do Sul, Bagé e Pelotas. O Poder Legislativo gabrielense gastou R$ 184.699,95 em 2018. A campeã de gastos foi a vereadora Flávia, com R$ 18.518,50.
A vereadora alega que estava deixando o plenário quando foi questionada sobre o uso de diárias. Segundo ela, o membro do PRB disse que a situação era uma vergonha e que ela estaria roubando do povo. Um funcionário do Poder Legislativo é apontado como testemunha das acusações.
O militar da reserva, Vasco Moreira, garante que não ofendeu a vereadora e rebate as acusações. Conforme ele, teria sido a vereadora a ofendê-lo de forma gratuita.
Nas redes sociais, no entanto, parlamentares compartilharam um comentário de Vasco Moreira – publicado minutos antes da ocorrência – onde se referia a questão das diárias: “Vou acompanhá a sessão de hoje e quero ver se o covarde vereador líder em retirada de diárias e a vereadora, também líder do ano passado, os quais atacaram minha pessoa verbalmente no plenário da Câmara, no qual não posso me defender, se irão atacar a rádio são Gabriel que divulgou no ar os gastos de diárias as quais tanto combato por achar imorais”, escreveu Moreira.