Esperança: São Gabriel poderá ter sala dos Narcóticos Anônimos

Só quem tem algum familiar ou amigo envolvido com drogas sabe a luta diária que é em prol de sua recuperação.
E pensando nisso, dois jovens tiveram a iniciativa de trazer o grupo Narcóticos Anônimos para São Gabriel. A ideia é dos fundadores Douglas Rocha e Monika Gonçalves e da psicóloga Tanise Severo, que estão na luta agora para instalar uma sala do NA em São Gabriel.
Nesta sexta-feira, 12, o vereador Moisés Marques, do PL, se somou ao grupo de apoiadores.

Para quem não sabe, o Narcóticos Anônimos derivou do movimento de Alcoólicos Anônimos no final dos anos 40, com suas primeiras reuniões na cidade de Los Angeles, no início dos anos 50, e vindo posteriormente, a se espalhar por outros países (hoje são 170).
No Brasil, o primeiro grupo de Narcóticos Anônimos estabeleceu-se em 1978, em São Paulo. Em 1990, os grupos brasileiros uniram-se à irmandade mundial de NA. Existem hoje, no Brasil, mais de 1.550 grupos de Narcóticos Anônimos espalhados pelo território nacional, proporcionando mais de 4.200 reuniões semanais em 26 Estados e 1 no distrito federal, divididos em 9 regiões e 125 áreas.

Para um dos fundadores do Narcóticos Anônimos em São Gabriel, Douglas Rocha, a criação da sala será um marco para a nossa cidade.
"Só quem passou ou passa por este problema sabe o quão difícil e doloroso é vencer as drogas, vencer esta doença. Queremos sim contar com o apoio da cidade e de quem puder ajudar para que este sonho se torne realidade. Não temos distinção de cor, religião e nem temos vínculos políticos. Queremos apenas devolver o direito de sonhar a muitos jovens que estão se perdendo neste caminho sem volta", destacou.

As reuniões são abertas ao público em geral e contam com atendimento, acompanhamento e realização  de oficinas com dependentes químicos, visando recupera-los para que estes retornem para a sociedade.
Quem quiser colaborar com o projeto pode entrar em contato pelo telefone (55) 99198.6294.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.