Secretaria de Educação abre ano letivo com congresso técnico para 300 professores no Banana Café

Em ritmo de festa, com karaokê, começou oficialmente o ano letivo de 2016 na Rede Municipal de Educação (SEME). O congresso técnico já é tradicional e marca a abertura das atividades com a divulgação das propostas para o ano nas escolas. A palestra principal foi ministrada pelo professor mestre Max Haetinger com o tema “A diferença, a criatividade e originalidade: como valorizar o professor que inova”.
O evento teve a participação da Secretária de Educação, professora Nilvanês Jobim, que representou o prefeito Roque Montagner; da Assessora Parlamentar Daiane Saldanha, representando a presidente do Poder Legislativo, vereadora Karen Lannes; do presidente do Conselho Municipal, Jorge Vanderlei; do Coordenador do Conselho Tutelar, conselheiro Felipe Ferreira; da professora Luciana Borba Benetti, representando a direção do Campus da Unipampa; e da funcionária administrativa do Instituto Farroupilha, Anita Oliveira.
“Diante das dificuldades que todos nós estamos enfrentando diariamente, o que me resta, nesta abertura de ano letivo, é parabenizá-los pelo trabalho maravilhoso desenvolvido nas escolas, pelas belas atitudes de carinho e amor com nossos alunos, pela educação com nossos pais e pelo brilhante comprometimento com a Educação”, disse a secretária de Educação, professora Nilvanês Jobim.
A secretária disse que os professores “são responsáveis pela construção da sociedade que tanto queremos e lutamos. Pessoas mais críticas e reflexivas, porém humanizadas”.
Os professores se apresentaram nas escolas nesta sexta-feira (26) e as aulas começam na segunda-feira (29). O ano letivo vai até o dia 23 de dezembro. O recesso escolar ocorre entre 21 e 31 de julho. Em São Gabriel, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação (SEME), a perspectiva de público é superior a 6,2 mil alunos, cerca de 200 estudantes a mais se comparado com 2015 e mais de 900 em relação a 2014.
O acréscimo no número de alunos tem relação direta com a ampliação de vagas no ensino infantil. Este ano, a SEME tem cerca de 1.200 crianças matriculadas em escolas de educação infantil.
Entre as novidades estão uma escola de educação infantil no prédio da antiga Escola Evaristo Macedo Casado, no Bairro São Clemente, beneficiando diretamente 100 famílias, e ainda a formação de uma parceria com o Estado, tornando possível a instalação de três turmas de Pré-Escolar na Escola José Sampaio Marques Luz.