Forças de segurança e CPERS apresentam documento contra pacote do Governo do Estado

No final da manhã desta segunda-feira, 28, um almoço no salão de festas da Delegacia de Polícia de São Gabriel reuniu Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, SUSEPE, Brigada Militar e CPERS.
O motivo: a manifestação contrária ao pacote de medidas apresentado pelo Governador Eduardo Leite (PSDB). 
Na quarta-feira passada, o 41º Núcleo do CPERS/Sindicato, em Assembleia Regional na Escola Marques Luz, já havia definido que, em 72 horas após o pacote de medidas do Governador Eduardo Leite ser protocolado na Assembleia Legislativo, a greve inicia. E hoje, foi a vez da apresentação de um documento contrário ao pacote a ser apresentado por Leite.

A reportagem conversou com a Representante da Ugeirm na cidade (Sindicato dos agentes de Polícia Civil do RS), Cíntia Cassol, - que, a exemplo de Pedro Moreira e Selmar Carbajal se manifestou no almoço - e nos informou quais serão os próximos passos.
Cassol informou que será inaugurada a "Operação Serra", no dia 11 de novembro, na cidade de Gramado. Na ocasião, vai ter a Casa do Governador e também, contará com a presença do Secretariado Estadual e, na oportunidade, haverá manifesto da Polícia Civil, Brigada Militar, SUSEPE, Corpo de Bombeiros e CPERS.
Nos dia 21 e 22 de novembro, será realizado um Fórum de Segurança, em Bento Gonçalves. 
Haverá também manifestos em Passo Fundo, Uruguaiana e Santana do Livramento, a exemplo do que foi feito em Pelotas e Santa Maria, recentemente.
"Este pacote tira todos os direitos, inclusive dos aposentados", destaca Cíntia.
Hoje, às 20h, em Vila Nova do Sul, também será realizada uma moção de repúdio contra o Governo do Estado e amanhã, 18h, em Santa Margarida do Sul, moção esta que já foi feita em São Gabriel e teve o apoio unânime dos vereadores.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.