Governo Federal anuncia prorrogação do auxílio emergencial por mais quatro parcelas

Do portal G1

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou na manhã desta terça-feira (1º) a prorrogação do auxílio emergencial por mais quatro parcelas de 300 reais (para mães chefes de família, 600 reais), totalizando com isso, nove parcelas do auxílio.  
O valor do benefício, criado para anteder trabalhadores informais que perderam renda em razão da pandemia do novo coronavírus, foi anunciado após reunião do presidente com ministros e parlamentares aliados no Palácio da Alvorada.  
É a segunda prorrogação do auxílio emergencial que o Governo Federal concede, sendo que primeiramente, era de três parcelas, indo até julho e depois, mais duas foram concedidas. Agora, o auxílio terá mais quatro parcelas, de 300 reais cada, sendo dobrado para mães chefes de família.  
Com isso, cada trabalhador aprovado no programa terá recebido, ao final dos pagamentos, R$ 4,2 mil: cinco parcelas de R$ 600, e quatro parcelas de R$ 300. O valor dobra no caso de mães que são chefes de família. 
Até o momento, o governo já pagou as cinco parcelas de R$ 600 aos beneficiários que fazem parte do Bolsa Família. Com isso, as novas parcelas devem ser pagas até dezembro, seguindo o calendário do próprio bolsa. Os trabalhadores, nesse caso, recebem o benefício que for mais vantajoso entre os dois. 
Para os demais trabalhadores, o pagamento da quinta parcela teve início em 28 de agosto, no caso dos aprovados no primeiro lote. Lotes posteriores de trabalhadores também aprovados têm previstos os pagamentos das 5 parcelas de R$ 600 até 30 de novembro na poupança social digital. Já os saques e transferências serão realizados entre 19 de setembro e 15 de dezembro. As datas de pagamento das novas parcelas ainda não foram anunciadas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.