Design-sem-nome-1

Mãe denuncia abusos sexuais contra menina de 13 anos

Na noite de ontem, a mãe de uma menina de 13 anos, entrou em contato com a redação para informar que durante 2 anos, sua filha teria sido abusada sexualmente pelo próprio pai.
O acusado: um homem, de 34 anos, foi indiciado pela Polícia Civil de São Gabriel. O Inquérito Policial foi remetido ao Poder Judiciário no mês de dezembro. O crime teria acontecido entre o 2018 e novembro de 2020. A vítima começou a ser violentada quando tinha 11, dentro da própria casa.
Além da imprensa local, a mãe da vítima também contou os fatos na Delegacia de Polícia, para policiais do Cartório Especializado. 
Ela garante que nunca desconfiou das atitudes do marido, até a filha relatar as agressões sexuais no mês de novembro. “Ela disse que o pai acordava de manhã cedo e antes de ir para o trabalho passava no quarto dela. Tocava nas partes íntimas e abusava dela”, relatou a mãe.
A menina disse que as agressões aconteceram por um período de 2 anos, mas tinha medo de denunciar o pai porque sofria ameaças.
 
PAI NEGA
Em depoimento na Delegacia de Polícia, o homem negou as acusações. Disse que repreendeu a filha, um dia antes da denúncia, por causa do telefone celular, pois ela estaria usando o aparelho para manter contato com meninos e enviar fotos e vídeos (teoricamente, de natureza erótica).
A mãe da vítima manteve as acusações, alegando que o marido tinha fotos da filha nua e também encaminhada nudes para a menina. Além disso, exames teria confirmado violência sexual.
A mãe resolveu expor o caso na tentativa de chamar atenção das autoridades. 
“Não é justo viver assim. Estamos isolados, reclusos e com medo. Enquanto ele continua vivendo normalmente e solto, sem ser penalizado. Nós queremos justiça”, disse a reportagem.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.