Estação de Tratamento de Esgoto aguarda licenças para operar

Na última quinta-feira, dia 6, os conselheiros da AGESG, Gonçalo Meyer, Rosa Abascal, José Leopoldo e Luiz Henrique Motta estiveram vistoriando a nova Estação de Tratamento de Esgoto de São Gabriel, localizada no final da Avenida Antônio Mercado.
Os integrantes da Agência de Regulação do município foram recebidos e guiados pelo engenheiro ambiental da São Gabriel Saneamento, Nilceu Forgiarini Júnior, que apresentou toda a infraestrutura do empreendimento avaliado em cerca de 17 milhões de reais.
“A Estação está pronta e já fizemos os testes internos de operação com água potável. Está tudo ok, só aguardando algumas licenças para entrarmos em operação” afirmou Nilceu. Os documentos aos quais ele se refere são o PPCI – Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios e o SPDA - Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas, que já foram encaminhados e devem ser liberados em breve.
Os conselheiros da AGESG aproveitaram a oportunidade para também colher mais informações sobre as obras de ampliação das redes de esgotamento que estão ocorrendo pela cidade.
“Estamos sempre atentos às obras e melhorias que a empresa vêm fazendo, buscando constantemente informações sobre estes investimentos. Estamos falando do maior contrato que a cidade já viu e antes mesmo desta Estação entrar em operação, já vem chamando atenção de outros municípios”, afirmou o conselheiro José Leopoldo, se referindo a uma recente visita do presidente da FAMURS à cidade.
Maneco Hassen, presidente da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul visitou São Gabriel no final de abril, após anúncio do governo do estado sobre a possível privatização da CORSAN. O objetivo foi o de conhecer a experiência gabrielense com a concessão dos serviços de água e esgotamento e buscar mais informações sobre a privatização.
A previsão para início das operações da nova Estação de Tratamento de Esgoto de São Gabriel é para o mês de junho de 2021 e estima-se que até o final de agosto deste ano o município já tenha cerca de 60% dos detritos da cidade coletados e tratados.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.