São Gabriel reforça fiscalização e utilizará vídeos e fotos para confirmar flagrantes de irregularidades


A Prefeitura vai utilizar, como provas, fotografias e vídeos de redes sociais ou de denúncias para multar e aplicar sanções contra pessoas ou estabelecimentos comerciais que desobedecerem as medidas de prevenção e enfrentamento ao coronavírus em São Gabriel.
A nova medida foi regulamentada na terça-feira (1) por meio de decreto municipal. Até então, apesar de imagens mostrarem irregularidades, como não havia lei específico, o setor de fiscalização não conseguir efetivar os flagrante dos atos irregulares. "Notávamos que o público nas imagens era o mesmo. Mas quando avistavam a fiscalização, as pessoas colocavam máscaras e evitavam ficarem próximas. Agora, isso vai mudar. Mesmo que tentem enganar a fiscalização, as fotos ou vídeos servirão como provas", argumentam os fiscais.
O foco principal passa ser o combate a festas clandestinas, reuniões e eventos com formação de filas e aglomeração de pessoas em ambientes ou áreas internas ou externas de circulação ou de espera, sejam elas, privadas ou públicas.
Além disso, o setor de fiscalização deverá ampliar ações contra quem não usa máscara de proteção individual durante circulação em espaços públicos e privados de acesso ao público.
Em todos esses casos, quando configurado o descumprimento ao decreto, serão aplicadas multas individuais que variam entre R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão. Estabelecimentos comerciais também poderão receber advertência ou interdição, parcial ou total, dependendo da gravidade da infração.
Em transmissão ao vivo pela rede social da Prefeitura, no começo da noite de terça-feira (1), o prefeito Rossano Gonçalves garantiu que a fiscalização será bem mais rigorosa em São Gabriel. Já na noite desta quarta-feira, com apoio da Brigada Militar e Polícia Civil, serão realizadas operações na área central e bairros. "Quem avisa, amigo é. Estamos alertando a nossa população. Quem insistir em descumprir as medidas, vai ser autuado e multado. Então vamos ter conscientização", disse o prefeito.
Rossano alega que é preciso haver medidas mais ostensivas, já que a pandemia - que havia recuando na primeira metade de maio - voltou a registrar números elevados em São Gabriel nos últimos dias. Ele citou números de casos registrados no começo desta semana, que comparados com os da semana passada praticamente dobraram.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.