too-novo-2021new

Centro de Oncologia começa atender pelo SUS | O SERVIÇO VAI BENEFICIAR CERCA DE 260 MIL HABITANTES DA REGIÃO

O Centro de Oncologia Marina Ramos, da Santa Casa de Caridade de São Gabriel, passou a ser oficialmente um estabelecimento de saúde credenciado nos serviços de alta complexidade do Sistema Único de Saúde (SUS). 

O ato que oficializou a habilitação foi realizado no final da tarde desta quinta-feira (5), no Salão Nobre do Hospital de Santa Casa Caridade, com as presenças do prefeito Lucas Menezes; da secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann; do deputado estadual Frederico Antunes. Também participaram os prefeitos e secretários de Saúde dos municípios da região.
Serão 11 postos de tratamento para atender, além dos pacientes de São Gabriel, os municípios de Alegrete, Manoel Viana, Rosário do Sul, Sant'Ana do Livramento e Santa Margarida do Sul — beneficiando cerca de 260 mil habitantes da região.
Atualmente, os pacientes oncológicos que dependem do sistema público de saúde precisam se deslocar para Uruguaiana, a 300 km de São Gabriel, o que corresponde a cerca de oito horas na estrada — entre ida e volta — para receber o tratamento. Em alguns casos, dependendo do tipo do tumor, o procedimento é realizado em Santa Maria.

“Esta é, sem dúvida, uma conquista para os gabrielenses e região. Os pacientes oncológicos poderão ter um atendimento de qualidade no município, perto das suas casas. A exaustão do tratamento é algo evidente e teremos a oportunidade de diminuir essa dor nas famílias. Foram anos de batalha junto ao governo Federal, mas agora é hora de celebrarmos”, ressalta o prefeito Menezes.

SAIBA MAIS:
O Centro de Oncologia foi inaugurado em 2019, com atendimento apenas a pacientes particulares, convênios e credenciados do IPE Saúde. Desde 2016, os gestores municipais vinham articulando junto ao Ministério da Saúde o credenciamento ao SUS. No dia 27 de dezembro de 2021, foi publicado no Diário Oficial da União a portaria GM/MS n.º 3733 que habilitou a unidade, mas apenas agora o serviço começa a ser oferecido no sistema público.
A gestão das vagas será controlada pela Secretaria Estadual de Saúde. 

"Com este Centro de Oncologia teremos condições de atender demandas regionais qualificando a atenção à saúde dos pacientes", afirma secretária estadual da Saúde, Arita Bergman.
Ela destaca ainda investimentos importantes do governo do Estado feitos na instituição hospitalar como a reforma e ampliação do serviço de endoscopia e o encaminhamento da aquisição de aparelho de raio x digital e mamógrafo digital. A instituição contará com orçamento anual de R$ 4,7 milhões, que passa a ser acrescentado ao limite de Alta Complexidade do Estado do Rio Grande do Sul, sob responsabilidade da Secretaria Nacional de Atenção Especializada em Saúde.
Para a secretária da Saúde de São Gabriel, Kátia Raposo, o ponto positivo dessa conquista é o bem-estar dos pacientes. “Já é um momento muito difícil o tratamento oncológico em si e oportunizar que essas pessoas se manterem em casa e perto da suas famílias para fazer o tratamento, isso não tem preço. Uma viagem de tamanha quilometragem para esses pacientes é desgastante”, afirmou.
Ela também ressalta que a distância será menor para outros municípios, por estarem mais próximos de São Gabriel, e que a habitação do Centro ao SUS também resultará em economia financeira para as cidades, já que cada Prefeitura é responsável pelo custeio de todo o transporte para tratamentos de saúde fora do município.

Para o provedor da Santa Casa de São Gabriel, Cilon Lopes de Siqueira, a habilitação é "a concretização de um grande desejo Institucional de ter esse serviço regional e resolutivo, e evitar grandes deslocamentos da comunidade e região".

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.