too-novo-2021new

Polícia conclui inquérito e não encontra materialidade que comprove crime contra criança de 3 anos

A Polícia Civil de São Gabriel concluiu o inquérito referente a denúncia de estupro contra uma criança de três anos. Após um mês de investigações e diligências, a polícia remeteu o documento para apreciação do Poder Judiciário, no final da tarde da última sexta-feira (29), relatando que não foi encontrada materialidade que comprovasse a ocorrência de crime.
O Instituto Geral de Perícias (IGP) entregou, na mesma data, os resultados de análises laboratoriais que estavam sendo feitas em Porto Alegre. O laudo revelou a existência, apenas, de material genético da própria criança.
O delegado de polícia, José Soares de Bastos, informou que o médico responsável pelo atendimento no PA 24 Horas (no dia que gerou a denúncia) relatou que o exame, feito no Hospital, não constatou violência. Um novo exame, feito pelo perito do IGP, confirmou a primeira avaliação, ratificando o resultado como negativo.

PRIORIDADE
Por causa da disseminação de informações e polêmica que se criou na cidade, o caso foi tratado como prioridade e uma equipe especializada cuidou exclusivamente das investigações. O delegado confirma que foram 30 dias com foco direcionado somente para os fatos envolvendo a denúncia e depoimentos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.