Educação Municipal define regimentos escolares para o triênio 2014/2016

O ano letivo 2014 começa com adequações importantes para o ensino municipal. As mudanças que foram definidas pela SEME visam aprimorar o sistema de avaliação dos alunos e convergem com o sistema avaliativo das escolas estaduais. Com as novas medidas, o tempo anual passa a ter divisão trimestral. A recuperação terapêutica que era realizada após o encerramento dos 200 dias letivos, dará lugar a recuperação paralela, que acontecerá ao longo do ano letivo e a provas adicionais que serão aplicadas após o período letivo. Assim, os alunos que frequentam do 6º ao 9º ano, da 7ª e 8ª séries, e não alcançarem média 5.0 em até três disciplinas passarão por uma prova, na qual devem alcançar no mínimo 5.0 para serem aprovados. De acordo com a Secretária Nilvanês Jobim, essas alterações correspondem a orientações legais e a uniformidade do ensino municipal com o estadual, “com essas mudanças pretendemos agilizar o sistema administrativo das nossas escolas e assim, correspondermos cada vez mais positivamente aos anseios dos estudantes da rede municipal” destacou a secretária. Além dos regimentos escolares, as escolas também estão aprovando o Projeto Político Pedagógico, no qual também estão contidas as alterações descritas no novo regimento escolar. No PPP, temas como a educação para o trânsito, estudo do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Estatuto do Idoso ganham destaque, o objetivo é garantir que o aluno tenha pleno conhecimento dos assuntos sociais que envolvem seu cotidiano.

No campo

As Escolas Municipais de Educação no Campo elaboraram um Projeto Político Pedagógico voltado à realidade do estudante que mora na área rural. A ideia é oferecer um modelo educacional direcionado às vivências do campo.

Educação Infantil

Atendendo as necessidades dos alunos na primeira idade escolar, as Escolas Municipais de Educação Infantil começarão o ano letivo de 2014, pautadas pelos princípios que regem os primeiros passos do ensino, que são: brincar, cuidar e aprender. 
Entre outras inovações, a SEME continua propondo a implantação do EJA diurno para alunos de 1º ao 5º ano. A iniciativa visa ampliar o acesso à educação a jovens que tenham no mínimo 15 anos de idade, as inscrições para a modalidade Educação de Jovens e adultos estão abertas na SEME das 8h às 14h. “Todas essas ações garantem que a Educação Municipal, não apenas corresponda às exigências da legislação vigente, mas que principalmente, continue buscando sempre, a excelência do sistema educacional que é oferecido aos gabrielenses”, finalizou a secretária. O ano letivo 2014 na Rede Municipal de Ensino terá início no dia 24 de fevereiro.

Comentários