Textículos do Mário Mércio

Mário Mércio 
Escritor e colunista

MAIORIDADE
Não sou de DIREITA e nem de ESQUERDA politicamente. Não sou pago para dizer o que querem e nem irresponsável para dizer o que NÃO DEVO. Sou um cidadão de PAZ com minha consciência. Plantei isso e colho os frutos. Como ESCRITOR sou chamado a dar minha opinião.
A maioridade penal é uma consequência da maioridade civil, que descamba para esse lado também.
Como estamos no século 21 não podemos agir e pensar como no século 20. Sabemos, pela experiência que tudo muda. O mundo anda!
Nada melhor que ouvir o que diz um sociólogo, um psicanalista, um professor, como Jackson César Buonocore, em suas lúcidas intervenções na imprensa:
“A realidade é gritante e exige que os adolescentes criminosos devam responder SIM pelo que fazem. Todos devem responder, mormente quando há CRIME” 
A TV, a INTERNET está ai para difundir os horrores que esses adolescentes fazem. E não me venham com essa que eles não sabem o que fazem... Como disse o mundo hoje é diferente, as coisas mudaram. É muita informação na cabeça das pessoas, elas ficam mais sabidas e inteiradas de tudo muito jovem e se possuem essa liberdade atroz então a usufruem ao seu talante. Humilham, roubam, agridem, estupram e matam sem o menor pejo, com requintes de brutalidade, desprezando, ao seu gosto, as mais básicas normas elementares de respeito à vida e ao patrimônio. 
Não sei, não consigo entender, não me entra na cachola, porque ainda tem gente que é contra? Porque, o que ganham? Será que querem proteger animais selvagens a se criarem embrutecidos? Será que querem que estes jovens morram na rua?
O abandono social não comove mais a sociedade. Pululam de Assistentes Sociais nas prefeituras, no Estado e na Federação. E são gente operosa da melhor qualificação, que também se sentem impotentes com esses jovens e pessoas que se criam nas ruas, como animais. Os mecanismos de INCLUSÃO SAOCIAL não estão sendo negados, eles é que não querem participar.
Fui diretor de Presídios 30 anos, labutei entre adultos e jovens recolhidos e vi tudo isso acontecendo. Os juízes recolhem menores aos presídios, como única maneira de contê-los, mas devem ser soltos assim que os pais aparecerem...
Por favor, não emperrem esse projeto, que vai acabar não saindo, pela força desse tal de DIREITOS HUMANOS, que não se entende mais hoje em dia. Eles só fortalecem essa legislação anacrônica, afrouxando mais os crimes o patrimônio e contra a vida. AMEM!