Reunião no Sindilojas define por ação coletiva contra a RGE

Rodrigo e Ladislê mostram grande número de notificações recebidas pelos moradores
Fotos: Anderson Almeida/Coluna Ponto de Vista
Na noite desta quinta-feira, 1º agosto, no Sindilojas, foi realizada reunião com moradores da Vila Maria e de outros bairros para discutir sobre a polêmica envolvendo a notificação da RGE Sul solicitando a troca da caixa ou cabine de luz para o poste padrão no prazo de 60 dias. O assunto virou polêmica em virtude de que muitas pessoas não tem condições financeiras para em um curto prazo atender este pedido.

A reunião que teve a presença de um grande número de moradores, contou com a presença do Presidente do Sindilojas, Aljaci Britto, do Presidente da Associação de Moradores da Vila Maria, Rodrigo Cardoso Machado e do ex-coordenador do Projeto Programa Federal "Luz para todos", Ladislê Teixeira.


Na ocasião, ficou definido que os moradores estarão entrando nesta segunda-feira, 5, com uma ação coletiva no Ministério Público afim de conseguir uma liminar para que a RGE não faça o corte de luz nestas residências.
"A sugestão é que se faça como a AES Sul fez no passado e que doe o ramal para quem não pode comprar", disse Ladislê.



O que assusta a população é o fato de a empresa estar condicionando o não cumprimento da determinação ao corte, imediato, do fornecimento de energia elétrica, sustentando a decisão a Resolução (nº 414/2010) da ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. Vamos aguardar os próximos acontecimentos.
Confira a entrevista exclusiva feita pelo Coluna Ponto de Vista:


Tecnologia do Blogger.