Mais de 82% da comunidade escolar não quer a volta às aulas

Em São Gabriel, 82,99% da comunidade escolar da zona urbana não acredita na segurança sanitária para a volta às aulas presenciais. Na zona rural, o percentual cai um pouco, mas continua elevado, representando 79,87% da população ouvida. 
Em números, de um total de 1.792 famílias entrevistadas, na sede e interior do município, 1.482 não se sentem seguras em mandar os filhos para as salas de aulas. Se as aulas presenciais voltassem hoje, 82,70% da população não mandaria os filhos para a escola. Os dados foram informados pela Secretaria Municipal de Educação (SEME), responsável por uma pesquisa sobre volta às aulas, realizada no mês de setembro.
O questionário foi elaborado para avaliar a opinião dos pais sobre o ensino remoto (atividades pedagógicas não presenciais) e possibilidades de retorno às aulas. E ainda para identificar, na população estudantil, quantos alunos estão inseridos em grupos de risco e quantas pessoas, nas famílias, também fazem parte da faixa que necessita de maior atenção.
Neste critério, na cidade, 34,89% dos alunos possuem alguma comorbidade e 66,21% das famílias tem pessoas que pertencem aos grupos de risco.
Na zona rural, o percentual é menor: 28,65% dos estudantes fazem parte do grupo e 55,58% tem familiares com problemas de saúde.
A pesquisa foi desenvolvida em 16 instituições de ensino da cidade e em todas as escolas do campo. Somente no Ginásio São Gabriel, a de maior contigente estudantil, 512 pais foram ouvidos. 

EDUCADORES
A pesquisa também levou em consideração a opinião de professores. Entre 237 educadores da área urbana, 130 não acreditam em medidas sanitárias e 188 - o equivalente a 79,32% - não acham seguro retornar às aulas presenciais.
Nas escolas do campo 100% dos educadores são contra. 20% deles vê com desconfiança as medidas sanitárias e 80% não se sente seguro.
Foram ouvidos 262 professores. Na cidade, 130 fazem parte do grupo de risco (54,8%) e na zona rural, 11 (44%) têm alguma comodidade.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.