Design-sem-nome-1

Conselho de Medicina abre sindicância contra médico que promete remédio para covid-19

Com informações do jornal Zero Hora

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) abriu sindicância para investigar a atuação de um médico de São Gabriel, que promete a cura da Covid-19 por meio do uso de uma medicação sem comprovação científica de eficácia. Além disso, o Cremers acionou o Ministério Público (MP) para que tome providências imediatas para interromper a propaganda do tratamento. 
Pelas redes sociais, circulam vídeos do médico apresentando a reversão do quadro "em 48 horas" de pacientes infectados pelo coronavírus. 
A Secretaria Municipal de Saúde de São Gabriel também procurou ajuda do Cremers para que sejam tomadas providências sobre o caso.
"Existe um ambiente de comoção na cidade, pelo que foi me relatado de lá", diz o vice-presidente do Cremers, Eduardo Neubarth Trindade.
O conselho abriu sindicância para investigar a atuação do médico.
"Enquanto não houver comprovação, o médico não pode sair por aí divulgado um tratamento experimental e duvidoso. Esta atitude pode ter alguma responsabilização", diz Trindade.
Como o prazo de uma sindicância é longo, o vice-presidente do Cremers pediu providências para o Ministério Público para evitar que pacientes sejam iludidos com uma ideia falsa sobre cura.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.