Design-sem-nome-1

Após críticas a Ciro Gomes, Vereador Pepeca diz que membros de seu partido estariam planejando cassar seu mandato

As críticas do Vereador Pepeca Bertazzo (PDT) ao presidenciável Ciro Gomes ainda seguem dando o que falar.
Na sessão do último dia 17, Pepeca criticou o correligionário e chegou a chama-lo de desequilibrado.
A manifestação do jovem vereador gerou comentários dos demais vereadores do seu partido.
Sildo Cabreíra e Írio Rodrigues se manifestaram contrários a posição do colega e disseram que são muito partidários. 
Nos bastidores, comentários dão conta de que uma reunião poderia ser realizada para analisar a postura de Bertazzo.
Neste sábado, 24, o vereador usou as redes sociais para manifestar o fato de estar sabendo que membros do Diretório do PDT de São Gabriel estariam planejando uma maneira de cassar o seu mandato de vereador e entregar para o suplente assumir. E que neste caso, seria a professora Giovana Gonçalves.
"Isso devido a eu ter dito que o Ciro Gomes é um desequilibrado e porque eles não querem aguentar eu incomodando por 4 anos. Isso é um ataque a democracia, que o partido diz que defende. Isso é um desrespeito com um vereador eleito pelo povo e que trabalha pelo povo. Querem calar uma voz porque pensa diferente? Isso é característica do Coronelismo que já não cabe mais na política. Mas enfim, querem meu mandato? Venham buscar!", se manifestou o vereador Pepeca.

O QUE DIZ O PDT?
A redação também conversou com o Presidente do PDT Gabrielense, Antonio Devair Moreira (Beka) que informou que na próxima segunda-feira, 26, a Comissão de Ética do partido estará se reunindo para analisar as manifestações do vereador. 
"Mais detalhes, estaremos divulgando após a reunião desta segunda-feira", ressaltou Beka.
Questionado sobre a possibilidade de uma eventual expulsão ser aventada na reunião, Moreira não quis adiantar se o assunto será ou não abordado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.