Design-sem-nome-1

Ex-presidente diz que decisão da Estadual poderá resultar em debandada do PDT

Há instantes, a redação do site recebeu contato do ex-Presidente do PDT Gabriense, Antonio Devair Moreira (Beka), que lamentou a decisão da direção estadual do partido com a criação de uma comissão provisória no último dia 8.
Segundo Beka, a decisão foi um golpe não democrático, visto que o partido tinha um diretório e uma executiva eleita pelo voto dos filiados.
"De forma traiçoeira, foi criada esta comissão provisória, sem consultar o resto do partido. Entendo que este grupo é formado por pessoas que, de certa forma, são oposição ao Prefeito Rossano Gonçalves. E entendo ainda que a ideia da Estadual é cortar o "cordão umbilical" que temos com ele. Mas eu pergunto: se o partido permaneceu com os cargos e secretarias, mesmo ele não estando mais no PDT, como ser oposição a ele, se foi honrado tudo que foi tratado conosco. E, inclusive, ninguém foi condicionado a sair do PDT para acompanha-lo em seu novo partido", enfatizou.
Beka classificou o fato como a maior sacanagem pela qual passou, em 37 anos de partido, sendo 5 vezes vereador e 2 vezes Presidente do Poder Legislativo.
Segundo ele, pessoas que eram de sua confiança e companheiros antigos de sigla planejaram o golpe e disse estar decepcionado com estas pessoas.
"Realmente, eu não esperava isso, de pessoas que sempre caminharam conosco ao longo destes 37 anos. Lamento, pois isso pode inclusive, resultar em uma debandada em massa do nosso PDT. Me sinto decepcionado com pessoas em quem eu confiava", destacou o ex-vereador.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.