Design-sem-nome-1

Inaugurado memorial pelos 50 anos da Consciência Negra

Em ato realizado na manhã desta sexta-feira, 19, na Praça Dr. Fernando Abbott, foi realizada a inauguração de um monumento denominado “Memorial Oliveira Silveira”, em homenagem ao cinquentenário do Dia da Consciência Negra. 
O monumento foi construído pelo Poder Executivo, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, atendendo Indicação Parlamentar de autoria dos vereadores Moisés Marques e Renato Dotto Gonçalves Filho, do Partido Liberal.
O secretário de Cultura, Rogério Melo, representou o prefeito Rossano Gonçalves no ato, ao qual compareceram, além dos vereadores proponentes, os vereadores Elton Teixeira (PL), Jana França (Podemos), Luiz Fernando ˜Kiko” Lopes (Patriotas) e Írio Rodrigues (PDT), além da diretora da Unipampa Luciane Borba Benetti, líderes do Conselho Negro de São Gabriel, lideranças religiosas africanistas e militantes antirracistas.

O monumento leva o nome do poeta e escritor Oliveira Silveira, natural de Rosário do Sul, um dos principais ativistas pela criação do Dia da Consciência Negra. O memorial está erguido em frente da Loja Maçônica Rocha Negra, que quatro anos antes da Lei Áurea, promoveu a abolição completa dos escravos de São Gabriel, recolhendo 900 cartas de alforria em 10 de setembro de 1844.
Falando em nome do prefeito, o secretário Rogério Melo ressaltou que a luta pela igualdade é um dever de quem está na gestão pública. ˜Digo aos racistas que amarrem o seu racismo em seus corações com as mesmas correntes em que estiveram presos os escravizados˜, assinalou. Representando todas as entidades antirracistas presentes, o professor e historiador José Fernando dos Santos relatou de sua emoção sobre o ato. “Aceito que digam que somos descendente de escravizados, porque infelizmente isso é histórico. Mas também somos descendentes de reis, de príncipes, princesas e da nobreza africana, e isso permanece sendo parte do que somos”, ressaltou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.