too-novo-2021new

Prova de vida deixa de ser presencial e terá maior fiscalização pelo INSS

O governo federal anunciou nesta quarta-feira (2) as mudanças na prova de vida que aposentados e pensionistas precisam fazer para receber os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Com as mudanças, não será mais necessário ir presencialmente a uma agência bancária ou do órgão para realizar a comprovação.
Segundo o presidente do INSS, José Carlos Oliveira, a prova de vida será feita ativamente pelo instituto, a partir do cruzamento de bases de dados, usando dados de órgãos do governo e também de bases privadas.
A renovação de passaporte, carteira de motorista, carteira de identidade, comprovante de voto, transferência de bens, registro de vacinação ou de consulta no SUS nos dez meses posteriores ao último aniversário contarão como prova de vida.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.