too-novo-2021new

Caminhada pede justiça para caso de estupro contra criança de 3 anos

Ladislê Teixeira, um dos organizadores

Organizada através de grupos de whatsapp, uma manifestação - com a participação de pessoas da comunidade - vai pedir agilidade no processo de investigação e adoção de medidas resolutivas para o caso de estupro contra uma criança de três anos.
O crime está sendo investigado pela Polícia Civil. Resultados de uma perícia e exames laboratoriais, solicitados ao Instituto Geral de Perícias, ainda estão sendo aguardados.
Além do pedido de justiça, o manifesto também vai chamar atenção para outras situações de violência na cidade, ocorridas recentemente, incluindo um caso de violência contra uma mulher de 40 anos e um cachorro.
Um dos responsáveis pelo evento, o servidor federal Ladislê Teixeira explica que a mobilização, neste sábado (2), iniciará às 14 horas, com concentração na Avenida das Acácias. Depois, em caminhada, as pessoas seguirão até a frente do prédio do Ministério Público (onde ficarão por alguns minutos) e após, até a frente da Delegacia de Polícia, onde os manifestantes pretendem protestar, de forma pacífica.
"Não estamos apontando o dedo para ninguém, queremos apenas que se defina este caso da criança. Queremos saber o que realmente aconteceu. Queremos providências", frisa Ladislê.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.