too-novo-2021new

Polícia Ambiental e Civil realizam prisão de suspeito de abuso sexual a cães

Nesta terça-feira (21), o Policiamento Ambiental de São Gabriel recebeu uma denúncia de que um homem havia adentrado em uma residência com uma cadela no colo para manter relações sexuais. Foi realizado contato com a guarnição de serviço (PATRAM) e com o Cartório de Crimes Ambientais da Delegacia de Polícia de São Gabriel, que de imediato deslocaram até o local, Vila Tiaraju, interior do município.
Ao chegar no local foi realizado contato com a testemunha (denunciante) que relatou ter ouvido latidos e choros de cachorro vindo do interior da residência.
Foi adentrado o pátio, sendo que ao ser chamado o suspeito, abriu primeiramente uma janela e ao abrir a porta foi visualizado pela guarnição uma cadela, porte pequeno e pelagem marrom sair correndo pelos fundos da residência.
O suspeito, um homem de 42 anos estava muito alterado e ao ser indagado o que estava fazendo, começou a xingar os policiais, saiu da residência e investiu contra eles com uma trama, acertando uma pancada no braço de um dos policiais e com chutes e pontapés, acertou outro policial no joelho, sendo necessário uso moderado da força para contê-lo e algema-lo. 
A casa aparentava estar abandonada, sendo que em um dos cômodos foi encontrado pelos e marcas de cachorro no chão, além de ser encontrado no bolso do casaco do suspeito um pote de creme hidratante.
A testemunha e os familiares do suspeito informaram que já havia boatos que ele utilizava o local para abusar sexualmente de animais.
Os dois policiais militares foram atendidos no Hospital Santa Casa de São Gabriel e após liberados.
O indivíduo foi preso e conduzido até a Delegacia de Polícia onde foi registrada ocorrência por desacato, resistência, lesão corporal e maus tratos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.