PROCURE UMA NOTÍCIA AQUI:

segunda-feira, 22 de julho de 2019

130 militares que atuarão na fronteira com a Venezuela embarcam nesta segunda

Foto: Renan Mattos (Diário)
O primeiro grupo de 130 militares gaúchos que irão reforçar a força tarefa que, desde março, presta atendimento humanitário a imigrantes venezuelanos no norte do país, embarcaram nesta segunda-feira, às 7h, na Ala 4, antiga Base Aérea de Santa Maria, em Camobi. 

Cerca de 500 militares das Forças Armadas de Santa Maria, Porto Alegre, Alegrete, Pelotas e São Gabriel devem participar da Operação Acolhida em Roraima, na fronteira com a Venezuela, e em Amazonas, com o trabalho de recepção, identificação e acolhimento de refugiados que chegam ao Brasil até 30 de novembro. 
Antes do embarque, porém, a tropa já havia passado por um processo de simulação e treinamento durante duas semanas, em junho, com profissionais da Organização Mundial de Imigração (OMI) e do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), ambos vinculados à Organização das Nações Unidas (ONU), em Santa Maria. 
Ao todo, os militares serão encaminhados em quatro fases de embarque. De acordo com o coronel Nei Leiria do Nascimento, chefe da Comunicação Social da 3ª Divisão de Exército (3ª DE), o próximo grupo de militares embarcam no dia 28 de julho e o último, no dia 9 de agosto.

Fonte: Diário de Santa Maria