Consulta Popular: Apoio à agroindústria familiar é a mais votada como prioridade para a Fronteira Oeste

A Secretaria de Governança e Gestão Estratégica – SGGE informou que o processo de votação da Consulta Popular 2019 definiu a agricultura, com 170 mil votos, como área prioritária. O número representa 25 projetos eleitos em 23 regiões dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento – Coredes, com a destinação de R$ 12,847 milhões em verbas. Na região do Corede Fronteira Oeste, da qual faz parte São Gabriel, o projeto eleito visa construir uma rede de agroindústrias familiares nos municípios e propõe a construção gradual de agroindústrias na região. 
A ideia é buscar fornecer condições técnicas de qualificação da produção regional. Nos primeiros três meses do projeto serão elencadas as demandas para a construção e aquisição de máquinas e equipamentos, seus devidos alvarás, projetos e licenças para construção. No segundo trimestre, após a liberação dos recursos, iniciarão as construções e/ou compra de máquinas e equipamentos para as agroindústrias de uso coletivo.
A votação foi realizada durante três dias na semana passada, e encerrada na sexta-feira (06/09). Nesta edição, o valor disponibilizado foi de R$ 20 milhões, divididos nas 28 regiões dos Coredes, resultando em 42 projetos eleitos pela população.
Conforme a SGGE, órgão responsável pela organização da Consulta Popular, foram computados 253.832 votos. A votação foi online, pelo site http://www.consultapopular.rs.gov.br, e presencial, em pontos definidos pelos Coredes. Na fronteira oeste, foram computados 8.184 votos (cerca de 2% da população apta). Apesar da baixa participação popular, com apenas 379 votantes, São Gabriel ficou entre os maiores públicos da região.
O número reduzido de votos tem a ver com falta de tempo que os Comitês Municipais tiveram para a divulgação do processo. Foi apenas uma semana. “No ano passado, tivemos um número maior de votantes porque nos mobilizamos com mais tempo. A votação foi em agosto e começamos a nos mobilizar no final de junho. Este ano, as assembleias começaram no final de agosto e começamos a divulgar apenas uma semana antes da votação”, explica a secretária de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Juliana Medeiros Carvalho.
Mesmo assim, o trabalho da Secretaria foi o que apresentou maiores resultados. Tanto é que a demanda relacionada ao desenvolvimento do turismo regional ficou em primeiro lugar em São Gabriel, com 276 votos. A agricultura acabou prevalecendo devido a votação regional.
A verba destinada na Consulta Popular será inserida no orçamento do Estado. Os projetos eleitos serão executados pelas secretarias e monitorados pela SGGE. Conforme a execução é efetivada, os valores são liberados pelo governo. A Fronteira Oeste tem direito a R$ 800 mil, que serão divididos entre os 13 municípios, o que representa pouco mais de R$ 61 mil para cada um deles.
Tecnologia do Blogger.