Catia Cavalheiro é eleita pela segunda vez patroa da CTM

A Coordenadoria Tradicionalista Municipal (CTM), no ano da pandemia que acabou interrompendo a Semana Farroupilha mais tradicional da região, elegeu sua nova patronagem na noite de quarta-feira, 21 de outubro. Pela segunda vez na história, Catia Beatriz Pedroso Cavalheiro foi eleita patroa da entidade com votação de doze patrões. Ela venceu a outro ex-patrão, Julio Cezar Pereira Moreira, que teve seis votos.     

A votação seguiu as normas de prevenção e cuidados à covid-19, no Parque Tradicionalista Rincão das Carretas e teve a presença das 19 entidades filiadas. Apenas um voto foi anulado por rasura da cédula de votação. A comissão eleitoral regeu a eleição e os trabalhos de votação, que transcorreram normalmente. Catia, que tem como capataz Ammar de Ávila Khatib, de reconhecida experiência no tradicionalismo e como dirigente de entidades sociais e no Exército, obteve 12 votos contra 6 de Julio Moreira.
Além disso, foi eleito o Conselho de Vaqueanos, que teve o seguinte resultado:

Titulares
Caio Achilles - 13 votos
Igor Correa - 11 votos
Antonio Aitre Silveira - 11 votos
Claiton Modernel - 10 votos
Armando Polini Marques - 10 votos

Suplentes
Medianeira Staggemeier - 9 votos
Olavo Felix - 8 votos
Marcos Hiram Cunha - 7 votos

A patroa eleita destacou que agora é momento de união e de se reinventar, nestes tempos difíceis de pandemia e agradeceu a confiança dos patrões que votaram nela. Em nome da chapa que ficou em 2º lugar, o candidato à capataz José Serafim de Castilhos Junior, o Juca, agradeceu aos patrões que votaram e que não fica mágoa alguma, e agora, o objetivo é trabalhar pelo tradicionalismo local.
A posse ainda não tem data definida no momento, dependendo da definição dos protocolos de prevenção à covid-19. Mas já se iniciaram conversas de transição com o seu antecessor, Cezarino Moreira.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.