Eleições 2020: Rossano e Lucas visitam os Bairros Santo Antônio e anunciam segunda camada de asfalto na Sinhá Abbott e Maria Adelaide

Assessoria dos candidatos

Os candidatos da Coligação "São Gabriel em Frente”, Rossano e Lucas, foram recebidos de braços abertos pelos moradores do Bairro Santo Antônio na tarde desta terça-feira (27). E quando falamos braços abertos, o leitor não deve interpretar o texto como uma simples figura de linguagem, já que a comunidade realmente foi ao encontro dos candidatos para dar e receber atenção.
O Bairro Santo Antônio está entre as comunidades 100% pavimentadas e deverá ser ainda beneficiado com muito mais na gestão de Rossano e Lucas. O Plano de Governo prevê a implantação de uma Unidade Básica de Saúde no bairro, beneficiando, ainda, os moradores dos bairros Progresso, São Sebastião, Vivenda, Jardim das Hortênsias e Capiotti.
Na atual gestão, o governo municipal eliminou um problema crônico e que causava complicações para os moradores das ruas Tibá Azambuja e Monte Líbano. As duas vias receberam pavimentação asfáltica. Além do fim do pó e barro (por causa das chuvas), acabaram os alagamentos.

SEGUNDA CAMADA

O candidato da Coligação “São Gabriel em Frente”, Rossano Gonçalves, tranquilizou os moradores do Bairro Progresso, na tarde desta terça, ao anunciar que a empresa Della Pascoa (responsável pelas obras no bairro) colocará a segunda camada de asfalto nas ruas Sinhá Abbott e Maria Adelaide no dia 10 de novembro. 
Segundo Rossano, a obra ainda não estava finalizada. “As duas ruas já tinham calçamento, sofreram intervenção da São Gabriel Saneamento e ficaram muito danificadas. Elas não estavam previstas no cronograma de obras. O que fizemos aqui, foi uma reperfilagem. Essa obra ainda está por ser concluída. A continuação da Sinhá Abbott, assim como a continuação da Maria Adelaide, receberá a segunda camada de asfalto e ficará assim como as demais obras da cidade”, argumentou.
A manifestação aconteceu durante visita dos candidatos, Rossano e Lucas, aos moradores do Bairro Progresso. 
Rossano ainda questionou: “Quiseram se aproveitar de um momento crítico para dizer que as obras não duram. Usaram uma rua que nem foi concluída como cavalo de batalha. Porque não foram ver as outras vias que estão concluídas (Francisco Chagas, Antônio Mercado, Inocêncio Cunha, Sebastião Menna Barreto ou Alfredo Bento Pereira, assim como tantas outras). Não! Se aproveitaram do momento, usando uma obra que ainda será concluída”, finalizou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.