Eleições 2020: Rossano explica porque é necessário contratar empresas de fora, mesmo tendo usina de asfalto em São Gabriel

Assessoria dos candidatos

O candidato da Coligação “São Gabriel em Frente”, Rossano Gonçalves, anunciou novas etapas do cronograma de obras que beneficiarão bairros nos quatro cantos de São Gabriel. Junto com a confirmação de pavimentação asfáltica para bairros como Independência, Três de Outubro, Jardim das Hortênsias, São Bento, Jardim Europa, Mato Grosso, Vieira, Pascotin e Vila Santa Clara, Rossano explicou porque a administração se vê obrigada a trazer asfalto de fora do município, sendo que a Prefeitura tem uma usina própria. 
E a explicação é simples: Quem adquiriu o equipamento, não planejou grandes obras para São Gabriel. Segundo o candidato, as empresas - vencedoras dos processos licitatórios - possuem usinas capazes de produzir de 120 a 180 toneladas de asfalto por hora. Já usina da Prefeitura é capaz de produzir apenas 20.
O engenheiro Vasco Neto, responsável pela Secretaria Municipal de Obras, garante que é muito mais viável para o município trazer o material de fora, já que a produção de asfalto requer material que não é possível encontrar na região de São Gabriel. “De qualquer forma, teríamos que buscar o material na região de Santa Maria e, da mesma maneira, gastaríamos com transporte. Sem falar que, com a baixa produção da usina da Prefeitura, seria impossível mantermos frentes de trabalho em dois ou três bairros. Consequentemente, gastaríamos com mão de obra parada”, argumentou.
Na prática, a decisão de Rossano Gonçalves resultou em benefícios, tanto para as comunidades que receberam as obras, quanto aos cofres públicos. O planejamento evitou prejuízos e garantiu desenvolvimento.
Quanto a usina de asfalto da Prefeitura, Vasco Neto garante ser uma ótima opção para reparos dos asfaltos, que não requerem alta demanda de material.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.