Design-sem-nome-1

Live Solidária leva alegria e esperança à família que perdeu tudo em incêndio. Previsão de reconstrução da casa é de 2 meses

Já dizia o Fundo de Quintal: "Quero chorar o seu choro, quero sorrir seu sorriso. Valeu por você existir, amigo". Com este espírito, talentos do pagode e samba de São Gabriel estiveram reunidos neste domingo, 27, no Quintal do Samba, localizado na Avenida Antônio Mercado com um propósito definido: ajudar a família do senhor Nenê, do Império da Zona Norte, que perdeu tudo em um incêndio ocorrido na última quarta-feira, 23, na Rua Nery Bittencourt, no Bairro São Gregório, a reconstruir sua residência.
E a ajuda veio através de uma live transmitida pelo facebook do Coluna Ponto de Vista, onde os telespectadores puderam doar na conta do proprietário do local, Guilherme Moreira da Rosa, popularmente conhecido como Buiu.
E a mobilização foi um sucesso com a arrecadação de R$ 1.180,00 que foi entregue à família do seu Nenê nesta terça-feira, 29, além de roupas, brinquedos, alimentos e material de construção.
"Sem palavras para agradecer a todo mundo que abraçou a nossa ideia e muito feliz por poder ajudar a família do seu Nenê, que são grandes amigos nossos", agradece Guilherme.

MOBILIZAÇÃO CONTINUA
Segue na internet uma Vakinha em benefício da família e que pode ser acessada pelo link http://vaka.me/1636082.
Além disso, o site conversou há pouco com alguns membros da família do seu Nenê que agradeceram a mobilização da comunidade gabrielense.
"Recebemos tantas roupas, alimentos e brinquedos. Aquelas roupas que não servirem, com certeza, estaremos doando a outras famílias", destaca Valéria Machado.
Juliana Paz frisa ainda que devido ao espaço atual, alguns itens doados não puderam ainda ser buscados.
"Quem puder ir ficando com as coisas, a gente agradece, pois estamos ainda com espaço reduzido para tantas doações. Sem palavras para agradecer a todos que estão mobilizados em nos ajudar", enfatiza Juliana que ressalta ainda que se tudo der certo, a residência estará reconstruída em 2 meses.
A luta maior agora gira em torno do material de construção, visto que a obra já começou. 
Quem puder ajudar com brasilit, areia e janelas, pode ligar para Valéria Machado pelo telefone (55) 99236. 8229; (55) 99626.2846 (Everton Bolão), (55) 99702. 2577 (Juliana), (55) 99951. 8828 (Juquinha) e (55) 99955.1746 (Cezar) ou ainda comparecer à Rua Nery Bittencourt, 300.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.