AGESG e São Gabriel Saneamento estudam facilitar ligação de esgoto para famílias de baixa renda

Por iniciativa da Agência Municipal de Regulação, aconteceu na última semana uma reunião entre os membros da AGESG e os diretores da São Gabriel Saneamento na sede da autarquia. 
Inicialmente, a reunião também contaria com a participação do Secretário de Obras, Marcos Vieira, e trataria ainda sobre as intervenções que estão ocorrendo pela cidade, porém Vieira não compareceu. Desta forma, os conselheiros e diretores da SGS trataram sobre a situação de famílias de baixa renda de São Gabriel no momento da notificação para que façam a ligação de suas redes particulares de esgoto à rede coletora da empresa.
Na ocasião os conselheiros apresentaram propostas à empresa que, por sua parte, se mostrou aberta para negociar e facilitar a realização e pagamento do serviço por parte destas famílias mais vulneráveis: “É nosso interesse resolver. Para a empresa estas questões não serão impasses”, afirmou Luiz Antonio Bertazzo, gerente da SGS.
Os membros da AGESG solicitarão informações quanto a possibilidade de utilização do Fundo Municipal de Meio Ambiente para subsidiar estas ligações: “Sabemos que há uma verba deste Fundo e nada mais justo que ela seja utilizada em ações que irão promover a melhora da situação ambiental na cidade”, disse o presidente da AGESG, Renato Varela.
Uma nova reunião entre Agência e São Gabriel Saneamento já ficou pré-agendada para o fim do mês, com o objetivo de dar andamento ao assunto. A expectativa é que até o final do mês de agosto cerca de 60% das residências gabrielenses já estejam atendidas com a coleta e tratamento do esgoto cloacal.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.