Lions Clube de São Gabriel completa 60 anos de fundação


Fundado em 2 de maio de 1961, o Lions Clube de São Gabriel completou 60 anos neste domingo (2). Em virtude da pandemia da COVID-19, o clube cancelou as atividades programadas desde 2020 para celebrar a data.
Atualmente presidido por José Álvaro Vargas, o Lions Clube de São Gabriel, ao longo de 6 décadas, tem prestado um relevante serviço na área de assistência social.
Integrado a sociedade gabrielense, o clube lidera campanhas de arrecadação de fundos para melhorias na comunidade, como para a construção do pavilhão da hemodiálise e doação de um aparelho de Raio X da Santa Casa, pagamento de bolsas de estudo, socorro para vítimas de enchentes, doação de agasalhos e de alimentos para famílias em vulnerabilidade social, entre outros.
Uma das principais ações nesses 60 anos foi a ousada importação de um respirador portátil imprescindível para a sobrevivência de um menino com graves problemas respiratórios, na década de 1990. O equipamento foi comprado pelo clube e doado à família. Cerca de 30 anos depois, o menino cresceu e é um dedicado empresário do ramo de barbearia.
O Leonismo chegou ao mundo em 1917, ao Brasil em 1952 e em São Gabriel em 1961. Foram 18 sócios fundadores, sendo que o coronel Layr Contino Nuñez foi quem por mais tempo permaneceu ativo no clube (54 anos). Também foi de São Gabriel o mais jovem presidente de Lions no mundo, o hoje vereador Márllon Maciel, à época com 22 anos.
Em 60 anos de existência, grandes nomes da sociedade foram voluntários do Lions Clube de São Gabriel, como Dagoberto Focaccia, Alfredo Astarita, Wilson Pereira, Eglon Meyer Corrêa, Eugênio Hellwig, Mário da Rosa Machado, Henrique Goffermann, Adolfo Langmantel, Haddy Simonetto, Sabino Cotegipe da Cunha, Osvaldo Passos D’Utra, Milton Teixeira, Juracy Gonçalves, Eronides Vieira da Cunha (todos já falecidos), Deusdedit Mello, Cícero Carvalho, Balbo Teixeira, Nelmo Menezes, Ernani Ferrer, entre muitos outros.
Durante a pandemia de Covid-19, o Lions doou protetores faciais, máscaras e jalecos para os profissionais que estão atuando na linha de frente do combate ao coronavírus. Na atualidade, os Leões de São Gabriel estão focados na construção da Casa de Apoio para Pacientes com Câncer, que pretende acolher pessoas em tratamento temporário no Centro Oncológico da Santa Casa de São Gabriel. Orçada em aproximadamente R$ 200 mil, a obra está prevista para ser concluída em 2022.
Longa por demais é a lista das obras e iniciativas tomadas pelo Lions Clube de São Gabriel em benefício dos gabrielenses. Seu trabalho nesses 60 anos é silencioso, porém dinâmico e perene.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.