Design-sem-nome-1

Conferência aprova novo plano municipal de saúde

Com a presença de público restrito em função dos cuidados sanitários da Pandemia da Covid-19, foi realizada no auditório da Escola Menino Jesus - CAIC, a quinta edição da Conferência Municipal da Saúde, sob promoção do Conselho Municipal da Saúde e apoio institucional da Secretaria Municipal da Saúde. Presentes agentes de saúde, médicos, equipes técnicas da saúde pública e representantes do Poder Legislativo (vereador Moisés), de instituições de saúde (Santa Casa, Associação Despertar) e lideranças comunitárias. Em pauta, os efeitos da Pandemia sobre a saúde mental e capacidade de aprendizado no universo escolar, e a discussão e aprovação do Plano Municipal de Saúde.

O secretário de Educação Edjor Borges trouxe um relato a respeito dos efeitos da Pandemia no aprendizado escolar e as políticas adotadas para absorver esse desafio.
Em seguida, as psicólogas Flávia Stefanello Facco e Roselai Pereira Guedes apresentaram um painel sobre os desafios da Saúde Mental no contexto da Covid-19.
Logo após, a secretária Kátia Raposo apresentou a proposta de Plano Municipal de Saúde construída pela equipe técnica da pasta, referindo as principais metas que o Município, com 28 prioridades estruturais, sendo as principais a criação de duas novas UBS e a futura criação de um Centro Especializado Odontológico. Após sugestões apresentadas pelos conferencistas, o Plano foi aprovado, para execução até 2025 a partir de cada orçamento anual.
A secretária Kátia Raposo ressaltou a importância dessa articulação da gestão de saúde com a sociedade civil. "Desde a Constituição de 1988, o poder Público não governa mais PARA a sociedade, mas sim COM a sociedade. Por isso ouvir as demandas ajuda a colocar as prioridades das políticas públicas na perspectiva correta, além de implantar a plataforma de gestão com um pacto construído coletivamente", ressaltou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.