Design-sem-nome-1

Iniciativa propõe professores de Educação Física para os anos iniciais

Duas indicações de projeto de lei nascidas no Poder Legislativo irão promover ajustes legais para beneficiar o ensino de Educação Física desde os primeiros anos do Ensino Fundamental, ações que foram discutidas hoje, 04 de agosto, em reunião do Prefeito Rossano Gonçalves com o secretário municipal de Educação, professor Edjor Borges, e o líder do Governo na Câmara de Vereadores, vereador Sildo Cabreira (PDT), que foi secretário de Educação de 2017 a abril de 2020.
O parlamentar pedetista é autor de dois anteprojetos de lei referentes ao tema: um que estipula a obrigatoriedade do ensino de Educação Física desde os anos iniciais, no formato pedagógico de recreação escolar, e outro que promove uma mudança no conceito de unidocência para os anos iniciais, permitindo mais um professor regente de turma, da área de Educação Física, sem prejuízo do direito de unidocência do professor titular. “Em vez da palavra unidocência, fica estabelecido o termo Docência em Educação Infantil em Anos Iniciais, permitindo a atuação do educador físico sem perdas para o outro professor”, assinala o vereador.
O prefeito Rossano determinou ao secretário de Educação os estudos necessários para a viabilização da proposta, e garantiu que ela será remetida ao Legislativo na forma de um projeto executivo. 
“Para cumprir a lei, faremos a contratação dos profissionais necessários, e tão logo haja o próximo concurso público, vamos prever o chamamento de futuros profissionais estatutários”, assinalou Rossano. “É uma medida que o vereador Sildo já vinha entabulando quando foi secretário da Educação, e sem dúvida é um avanço para as crianças, que desde cedo vão ter a possibilidade do desenvolvimento das aptidões e cognições que apenas a atividade física promove”, assinala o secretário Edjor. 
“Fico imensamente grato pela acolhida do prefeito Rossano à nossa proposta, afinal quem sai ganhando são as nossas crianças”, frisou Sildo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.