Design-sem-nome-1

Tarifa de ônibus sofre reajuste para impedir paralisação do serviço

A partir da próxima segunda-feira, dia 16 de agosto, passam a vigorar novos valores de tarifa do transporte coletivo no perímetro urbano e na zona rural. A mudança foi legalmente definida no Decreto Municipal 092/2021, de 10 de agosto. O reajuste do transporte coletivo urbano será de 19,3%, dos atuais R$ 3,10 para R$ 3,70, e nas diversas linhas de transporte coletivo rural, o aumento será de 35%.
As empresas de transporte coletivo atuantes no município protocolaram junto à Prefeitura solicitações de reajuste da passagem, em vista do aumento crescente do preço da gasolina e outros insumos, somado à diminuição da circulação de usuários por conta das medidas de distanciamento e isolamento social para combater a Covid-19. Sem reajuste desde 2015, as empresas calculam uma defasagem de mais de 60%, ameaçando o equilíbrio econômico-financeiro das empresas e a própria continuidade do serviço. A Comissão nomeada pelo prefeito Rossano Gonçalves para deliberar sobre os pedidos de reajuste solicitou parecer à Agesg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados), que se pronunciou pela necessidade do reajuste. 
“Os valores dos transportes coletivos urbanos e rurais realmente encontram-se defasados, e há evidente necessidade de atualização das tarifas para enfrentamento das despesas de custeio e manutenção dos serviços”, disse o conselheiro Gonçalo Souto Meyer em seu parecer, que delegou ao Executivo a decisão sobre o limite do reajuste.
O secretário municipal de Administração, Vagner Aloy, ressalta que a comissão entendeu de aprovar novos valores de tarifas, ainda que inferiores à defasagem dos últimos seis anos sem reajuste. 
“Pesou nessa decisão tanto a necessidade de recuperação de parte dessa defasagem como também o imperativo de não penalizar o usuário, que já sofre o peso dos reajustes em outras áreas”, ponderou.
CONFIRA OS NOVOS VALORES NO SITE DA PREFEITURA:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.