too-novo-2021new

Mais exames: São Gabriel custeia mais de R$ 2 milhões em exames e serviços de saúde de média e alta complexidade

A obrigação constitucional dos municípios, no âmbito do Sistema Único de Saúde, é com a atenção aos serviços de saúde básica, como as unidades básicas de saúde, atendimento clínico e diagnósticos. Mesmo assim, pela insuficiência de recursos do Governo do Estado para a demanda de exames e serviços de saúde de média e alta complexidade, a Prefeitura de São Gabriel segue investindo na cobertura de exames e serviços que seriam de obrigação estadual. Somente nesta semana, o prefeito Rossano Gonçalves assinou empenhos para pagamento de serviços e exames para todo o ano de 2022, no valor global de R$ 1,1 milhão, referente a serviços como ressonância, tramatologia e ortopedia, cirurgia vascular, cirurgia geral e exames laboratoriais. Isso tudo, somado a outros gastos similares, representa um investimento de R$ 2 milhões fora das obrigações constitucionais do Município em Saúde Pública.
Em 2007, como fruto do Plano de Governo para o seu quarto mandato, o prefeito Rossano Gonçalves implantou com o então secretário da Saúde Ricardo Coirolo o programa “Mais Exames”, que consiste justamente na cobertura de exames e diagnósticos solicitados pela rede básica de Saúde e que excedem o valor investido pelo Governo Estadual, através da 10ª Coordenadoria Regional de Saúde. 
“Nosso entendimento foi de que era injusto fazer a população esperar meses para que seu exame fosse feito com a cobertura somente da verba do Estado, e isso de fato acelerou os diagnósticos e hoje em dia até procedimentos maiores, como cirurgias, tem sido feitos dentro desse programa”, ressaltou o Chefe do Executivo, ressaltando se tratar de uma melhoria indiscutível na saúde pública. 
“Sei que muitos ainda esperam algum tempo para realizar seus exames, mas sem esse recurso da Prefeitura, certamente esperariam muito mais”, assinalou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.