too-novo-2021new

Vereadores articulam debate sobre investimentos na causa animal

O presidente da Câmara de Vereadores, Sildo Cabreira, promoveu nesta sexta-feira, 25 - pela manhã, a pedido da vereadora Jana França, representante da causa animal no parlamento gabrielense, uma reunião entre vereadores, prefeitura e representantes de ONGs para debater sobre os investimentos direcionados pelo município na causa animal.
Estiveram presentes Arthur Goulart, secretário da fazenda, Kátia Raposo, secretária de saúde, Flávia Batista, da ONG Anjos de Pelos, Priscila de Souza e Adalberto Pires, da ONG Conscientizar, Marilene Cunha, da ONG Amigo Bicho e a ativista Rozaura Prado, além dos vereadores Malu Bragança, Márllon Maciel, Antonio Bertazzo e Moisés Marques.
A prefeitura divulgou há poucos dias uma matéria informando os valores direcionados para o atendimento aos animais em São Gabriel, o que motivou o encontro. Segundo a vereadora Jana, as ativistas foram convidadas para, junto do seu gabinete, proceder a um novo alinhamento sobre esses investimentos. Para ela, a prioridade deve estar na castração dos animais para o controle da população canina.

Neste ponto, a prefeitura procurou esclarecer que já investiu aproximadamente R$ 155 mil em procedimentos veterinários como cirurgias, esterilizações e outros cuidados em animais de rua, encaminhados pelas organizações locais. O investimento foi feito através do Programa Municipal de Atendimento a Animais Abandonados, criado pela Lei Municipal n.º 3.865, de 12 de setembro de 2017.
Segundo a secretária Kátia, para este ano, o planejamento está dividido em três etapas. A primeira é através do Chamamento Público para o credenciamento de clínicas e profissionais veterinários, que irão prestar atendimento aos animais abandonados.
O serviço atenderá tanto castrações quanto necessidades gerais como emergências, tratamento de doenças e cirurgias e está estabelecido no valor de R$ 60 mil, a ser investido em um ano. O link para acessar os critérios para o credenciamento, que acontece no dia 11 de abril, pode ser acessado ao final desta matéria.
A segunda parte do planejamento vem com o Pacote do Bem, que, novamente este ano, será encaminhado para análise da casa legislativa. No ano passado, esse pacote distribuiu 45 mil reais para as três ONGs, sendo que cada uma delas recebeu o mesmo valor de R$ 15 mil, que é utilizado no cuidado aos animais e prestado contas, anualmente, aos cofres públicos.
Já a terceira etapa faz parte do Programa Melhores Amigos, da Secretaria Estadual da Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social, comandado por Regina Becker. Serão R$ 34 mil direcionados, exclusivamente, para castrações. Essa nova informação animou parte dos ativistas na reunião.
Outro ponto defendido pelas cuidadoras e por parte dos vereadores presentes foi a criação de uma política central em torno da causa animal no município e a implantação de um Centro do Bem-Estar animal. Neste sentido, o secretário Goulart afirmou que é um compromisso do governo municipal a criação, ainda neste mandato, de um local para atender e organizar as castrações.
Tuca destacou que esse será o primeiro pilar para a criação de uma estrutura voltada para a causa animal na administração pública municipal e que será um processo desenvolvido em parceria com as ONGs. “Com certeza não vamos resolver tudo de uma vez só, mas queremos construir essa base, e vamos precisar da ajuda das ONGs, para estruturar juntos essa política municipal”, explicou o secretário.
Em caso de maus tratos chame a Patrulha Ambiental:
(55) 3232-9254
(55) 98428-8235

Link para o chamamento público:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.