too-novo-2021new

Inquérito militar indicia PMs por homicídio, falsidade ideológica e ocultação de cadáver

Conforme anunciado na coletiva de imprensa concedida pelos órgãos de segurança do Estado na manhã desta segunda-feira, 29, em que foi apresentado o resultado da perícia da causa da morte de Gabriel Marques Cavalheiro, o Inquérito Policial Militar conduzido pela corregedoria da Brigada Militar foi concluído na tarde desta segunda-feira e deve ser remetido ainda hoje à Justiça Militar de Santa Maria.
Conforme o coronel Claudio dos Santos Feoli, a investigação apontou que os três policiais (Arleu Júnior Cardoso Jacobsen, Cleber Renato Ramos de Lima e Raul Veras Pedroso) cometeram os crimes de falsidade ideológica e ocultação de cadáver, além de praticarem condutas transgressionais ao estatuto estadual da BM.
"Ter praticado condutas dolosas, faltar à verdade, trabalhar mal intencionalmente, deixar de assumir a responsabilidade pelos seus atos, deixar de cumprir ordem regulamentar. Todos esses últimos são incisos do nosso regulamento disciplinar, agravados ainda pelo conluio de duas ou mais pessoas e em presença de público. Também não há como não citar as questões (relacionadas) ao crime de homicídio, agora, claramente doloso, com as qualificadoras de motivo fútil, de emprego de tortura, e surpresa que tornou impossível a defesa da vítima", relatou o coronel durante a coletiva concedida durante a manhã.

Fonte: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.