too-novo-2021new

Apresentação acrobática e encenação do Grito do Ipiranga marcam o 7 de setembro em São Gabriel

Foi nas margens do Rio Ipiranga que ocorreu, em 7 de setembro de 1822, um dos trechos mais célebres de toda a história do Brasil e que se tornou sinônimo, na língua portuguesa, de declaração de emancipação ou de independência. Esse episódio ficou conhecido como "Grito do Ipiranga".

No desfile da independência, realizado na manhã de quarta-feira (7), o ator da Associação Cultural do Pampa, Ubirajara Rangel, protagonizou um dos pontos altos do evento em São Gabriel. 
Rangel, montado em um cavalo, bradou "Independência ou Morte" em frente ao palanque oficial, onde o prefeito Lucas Menezes e autoridades civis e militares, acompanharam quase quatro horas de parada estudantil/militar.


As comemorações alusivas aos 200 anos da independência do Brasil começaram com o prefeito e o comandante da Guarnição Federal e do 6º BE Cmb, coronel Orlando Marin fazendo revistas às tropas. Logo na sequência, militares das três unidades de São Gabriel (9º RCB, 13ª Cia Com e 6º BE Cmb), alunos do Colégio Tiradentes e instituições, como Pró-Down, Cia de Dança Levitá e Despertar, passaram pela Avenida General Mallet.
Este ano, a Comissão Organizadora do desfile - integrando servidores da Secretaria Municipal e Exército Brasileiro - decidou realizar o evento no período da manhã. Antes mesmo das 7 horas, já era possivel ver viaturas nas ruas de São Gabriel, militares se preparando para o desfile e estudantes nas proximidades de suas escolas.
A Parada Estudantil mobilizou 41 instituições de ensino, sendo 13 escolas de educação infantil e 26 de ensino fundamental e médio, do Município, Estado e particulares. O encerramento ainda contou com a participação da Fisk Centro de Ensino, Associação dos Aposentados e Pensionistas, Uamosg, Igreja de Jesus Cristo dos ùltimos Dias, Igreja Adventista do 7º Dia (Clube dos Desbravadores), representação do Jornal Diferenciado e ainda uma delegação com servidores da Secretaria Municipal de Educação.
Grupos de motociclistas também desfilaram com mensagens em homenagem ao motociclista Leonardo Miller Rangel, 46 anos, falecido em um acidente de trânsito, no mês de julho, no interior de São Paulo.
O Grupo Tradicionalista de Cavalgadas (GTC) Sepé Tiarajú também passou pela Avenida General Mallet com a centelha da Chama Crioula trazida de Canguçu.

HOMENAGEM NO CÉU DE SÃO GABRIEL
O piloto José Leonardo Kaczmarck chamou a atenção das pessoas que lotaram o espaço reservado para o público. Ao sobrevoar a Praça Dr. Fernando Abbott, Kaczmarck, apresentou diversas acrobacias e finalizou deixando um coração (formado com fumaça) no céu de São Gabriel.

EXTINÇÃO DO FOGO SIMBÓLICO

O ato de extinção da Chama Votiva da Pátria, na Hora da Unidade Nacional, no Espaço Cívico Mascarenhas de Moraes, foi o momento em que o comandante da Guarnição Federal, coronel Orlando Marin, proferiu a Oração Cívica. “Reavivando o respeito aos símbolos sagrados da nossa nacionalidade, como a bandeira e o nosso hino, estaremos sedimentando o sentimento pátrio na nossa juventude”, ressaltou. O Prefeito Lucas Menezes, no encerramento da cerimônia, destacou a importância do bicentenário da Independência. “Esta data é o símbolo da grande conquista que nos transformou em um país livre. Devemos, como sociedade, nos comprometer cada vez mais com a defesa da Liberdade e da Soberania da nossa nação, e que venham os próximos cem anos de autonomia”, assinalou.

Reveja o desfile na íntegra:



Confira todas as fotos do desfile:




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.