Câmara autoriza leilão de imóveis nos Bairros Independência e Menino Jesus

A maioria dos vereadores aprovou durante a Sessão Ordinária desta quinta-feira, 27 de maio, a alienação de dois imóveis de propriedade do município, sendo eles um terreno e uma residência. A votação foi dividida e contou com o voto de minerva do presidente Claudiomiro Borges (PL) para o desempate. Ao todo, foram oito votos favoráveis e sete contrários.
O terreno urbano fica localizado no Bairro Independência em frente ao portão de entrada da escola João Goulart. No local, já funcionou o antigo posto de saúde do bairro e uma escola de samba. Segundo o Projeto de Lei, no terreno existe uma construção não averbada que encontra-se em ruínas.

Já a residência unifamiliar possui 160 metros quadrados e fica localizada na Rua Doze de Outubro, no bairro Menino Jesus. Consta na Lei que a construção tem dois pavimentos, sendo ela de padrão baixo e encontra-se em estado regular de conservação.
Uma emenda substitutiva foi aprovada junto ao PL alterando o modo de licitação dos imóveis para a modalidade de leilão e obrigando a realização de um novo laudo atualizado para estabelecer o preço inicial de venda dos imóveis.
Votaram a favor os vereadores Claudiomiro Borges (PL), Sildo Cabreira (PDT), Moisés Marques (PL), Rodrigo Cardoso (PSD), Írio Trindade (PDT), Renato Gonçalves (PL), Renato Silveira (PSDB) e Elson Teixeira (PL). Votaram contra os vereadores Márllon Maciel (PP), Malu Bragança (Patriota), Jana França (Podemos), Antônio Bertazzo (PDT), Carlos Alberto Lanes (Patriota), Kiko Lopes (Patriota) e Raniere Moreira (Democratas).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.