CTGs do RS dão exemplo de como se manter financeiramente durante a pandemia. Em São Gabriel, entidades usam de criatividade e solidariedade

Em São Gabriel, parceria com Tarumã com a APAE

Entidades tradicionalistas do Estado estão realizando diferentes atividades para se sustentar, e ainda, concretizar ações solidárias em prol da comunidade. De forma voluntária, os integrantes têm se unido para enfrentar as dificuldades da pandemia e manter suas entidades fortalecidas. Um exemplo, são as ações em formato drive-thru, que têm ganhado cada vez mais espaço.

Em Espumoso, na 14ª RT, no último dia 22, foram vendidas 1,5 mil refeições pelo CTG Sinuelo das Coxilhas, que organizou um delicioso galeto com massa. 

Na 8ª RT, o CTG Alexandre Pato, de Lagoa Vermelha realizou um tradicional mondongaço, também em sistema drive-thru. A ação aconteceu no último domingo, 23, e ao todo, foram vendidas 450 refeições.

Já no CTG Aldeia dos Anjos, de Gravataí (1ª RT), a entidade realizou uma ação diferenciada: em parceria com o CTG Amanhecer no Rincão e a Prefeitura de Gravataí, no dia 2 de maio foi promovida mais uma edição da Marmita Solidária para auxiliar famílias em vulnerabilidade, com a doação de mais de 300 porções.
Em São Gabriel, algumas entidades conversaram com a reportagem para falar sobre as atividades que estão realizando.
O CTG Tarumã, por exemplo, tem se mantido muito atuante durante a pandemia.
Conforme a patroa Cleci Jaboski Groth, dentre os parceiros dos eventos, está a APAE, com a qual, por exemplo, estará realizando no próximo sábado, dia 5, um risoto. Além disso, o Tarumã também tem feito parceria com outras entidades como o Abrigo Espírita Manoel Viana de Carvalho, com o qual foi realizado campanha de coleta de alimentos.







Para se manter saudável financeiramente, o Tarumã também está realizando galetos, pastel, onde assim, vai mantendo as despesas da entidade como água e luz.
"Graças a Deus, estamos com tudo em dia, com a casa em dia, com os alvarás, tudo. Trabalhando assim com a sociedade, com o apoio de várias entidades da cidade, como mercados e ex-patrões que também nos ajudam muito, assim nós estamos sobrevivendo, assim que a gente está tocando e mantendo aberta a nossa entidade", ressaltou.
O Coluna Ponto de Vista  também ouviu o Patrão do CTG Querência Xucra, Airton Cocco, que informou que no momento, a entidade não está realizando eventos, visto que o Querência está com uma boa situação financeira e ainda está conseguindo se manter com tudo em dia.
Airton ressalta que a entidade está planejando um galeto, mas ainda não tem data definida.

Live Esperança realizada em parceria com a Grazziotin


De eventos mesmo, o patrão informa que apenas foi realizada a Live Esperança, em comemoração ao 47º aniversário do CTG (que ocorreu no dia 25), e que foi realizada no último dia 15, em parceria com o Grupo Grazziotin - que comemorou 71 anos -, e que contou com vários patrocinadores.

O objetivo foi recolher donativos para o Abrigo Espírita Manoel Viana de Carvalho e o Espaço Acolher.
Cocco informa ainda que no final de junho, a Grazziotin vai destinar um recurso para estas entidades, com base no faturamento das lojas do grupo em São Gabriel.

Nota da redação:
Caso alguma Entidade Tradicionalista de São Gabriel também queira contatar a redação para explanar sobre suas atividades, o espaço está aberto.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.