RGE instala religador automático na rede elétrica de São Gabriel

Um novo equipamento, de alta tecnologia, passou a fazer parte da rede de distribuição de energia elétrica de São Gabriel. A RGE concluiu a instalação de mais um religador automático, que permite religar a energia a partir do Centro de Operações da empresa de forma remota, nos casos em que não há danos físicos na rede.
O investimento de R$ 40 mil beneficia diretamente 790 clientes, que a partir de agora, vão esperar menos tempo pela volta da energia nos casos em que o restabelecimento seja possível através do religador.
“A RGE está sempre buscando alternativas e avanços tecnológicos consistentes, que ofereçam cada vez mais qualidade no fornecimento de energia, proporcionando a satisfação do cliente”, destaca a Consultora de Negócios na região, Mari Lucia Santos.
São Gabriel conta agora com 44 religadores na rede que atende o município.

Saiba o que foi feito
- Instalação de um novo religador automático
- Envolvimento de 6 profissionais na execução do serviço
- Valor do investimento: R$ 40 mil
- Clientes beneficiados: 790

Saiba como receber os avisos no celular e no email
Além do Push Notification que será testado, todos os 2,9 milhões de clientes da RGE, distribuidora de energia do Grupo CPFL Energia, podem se cadastrar para receber gratuitamente os avisos de desligamentos programados.

O cadastro dos clientes para recebimento dos avisos pelo celular e e-mail pode ser feito através do site da RGE (www.rge-rs.com.br). Clicando no banner “Desligamento Programado” é feito um direcionamento para a página onde é possível informar número de telefone e endereço de email, tendo em mãos o Seu Código (número que consta nas contas de energia de cada unidade consumidora). Para aqueles que não são atendidos pela RGE, a informação está disponível através de pesquisa por cidade da área de concessão da distribuidora.

Para que serve um desligamento programado e quando ele ocorre?
Os desligamentos programados são procedimentos realizados pela RGE para situações especiais, como troca de equipamentos, manutenção na rede e reposição de peças e componentes. Esse processo é necessário para garantir a segurança dos profissionais, da comunidade e da própria rede, não servindo para situações de desligamentos emergenciais, como os causados por temporais ou acidentes de trânsito.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.