Design-sem-nome-1

Fiscalização atua em aglomerações na Urcamp e alerta comunidade

"Alguns que tentam enganar a fiscalização estão subestimando o risco terrível dessa doença. Essas pessoas não estão levando em consideração os riscos, sendo que estamos, todos os dias, informando novos casos de Covid-19 e novas mortes". A observação - de integrantes da Fiscalização da Prefeitura - retrata a sensação de inoperância das ações de combate às aglomerações no período da noite. No fim de semana, mais de 30 veículos estavam parados no estacionamento da Urcamp, no Corredor da Reúna. A maioria dos motoristas conseguiu fugir ao avistar as viaturas da Prefeitura e Brigada Militar. Dois foram abordados, autuados e multados. Cada um pagará multa de R$ 2 mil.
De acordo com o setor de fiscalização, a Força Tarefa é realizada diariamente, com reforço na sexta, sábado e domingo. O combate aos abusos, no entanto, depende da participação dos órgãos de segurança pública. "Nem sempre é possível fazer intervenções. Não é fácil para um fiscal agir sem a garantia de que não será agredido no exercício da sua função", argumentou um profissional.
Mesmo com a presença da Brigada Militar, algumas pessoas não aceitam as advertências. No fim de semana passado, dois casos de desobediência as medidas de prevenção a Covid-19 foram flagrados na zona central da cidade e as pessoas receberam multas individuais de R$ 2 mil. Uma delas acabou sendo autuada por desacato a autoridade e assinou Boletim de Ocorrência.

FALTA DE CONSCIÊNCIA
Veículos estacionados em postos de gasolina ou espaços abertos em frente de revendas de veículos, na Avenida Antônio Trilha, são dispersados ao avistarem as viaturas de fiscalização. Minutos depois, os mesmos veículos são vistos em outros locais. Os motoristas realizam manobras para escapar dos fiscais, fazendo um rodízio de pontos de aglomerações por vários pontos da cidade.
A Fiscalização deverá intensificar, nos próximos dias, o combate a esse tipo de atitude. As multas iniciais para desobediência aos decretos municipal e estadual são de R$ 2 mil, podendo passar para R$ 4 mil em casos de reincidência. Mas é importante ressaltar: trata-se de um montante inicial, que poderá chegar a cifras bem altas, como 10 mil, 20 mil, 100 mil ou 200 mil.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.