too-novo-2021new

São Gabriel vacinou 660 crianças em dia exclusivo para imunização de meninos e meninas

Em dia de vacina exclusiva para crianças, a Secretaria Municipal da Saúde teve que distribuir fichas quando ainda faltavam duas horas para o encerramento do prazo de vacinação. Às 13 horas, a pasta municipal anunciou que já estava esgotado o estoque previsto para essa etapa da campanha, restante apenas o suficiente para atender a população que ainda aguardava na fila de espera.
O Salão Paroquial permaneceu aberto até às 19 horas, quando os profissionais do setor de imunizações da Secretaria da Saúde vacinaram as últimas crianças. 660 crianças foram vacinadas neste sábado (29). A Secretaria aguardará a chegada de uma nova remessa de vacinas para anunciar, durante a semana, uma nova data exclusiva para a vacinação infantil.
Incluindo os dois primeiros dias de vacinação, quando foram imunizadas 206 crianças, São Gabriel já contabiliza 866 crianças - de 5 a 11 anos - vacinadas contra a Covid-19.
O vice-prefeito Lucas Menezes, que responde interinamente pela Secretaria Municipal da Saúde, vê na vacinação de meninos e meninas uma importante aliada, capaz de garantir segurança e tranquilidade ao dia a dia das crianças. 
"E, assim que retomarem o ano letivo, também terão mais segurança nas salas de aulas, no contato com colegas e professores e, desta forma, a gente consegue prevenir os casos mais graves de Covid-19", argumentou.
Equipes da Saúde prepararam o Salão Paroquial, na sexta-feira (28), para sediar exclusivamente, neste sábado, a vacinação das crianças. Por isso, adultos e adolescentes (acima de 12 anos) não foram imunizados no dia de ontem.
Lucas Menezes explica que a vacinação infantil será realizada em, pelo menos, dois dias da semana, sempre com exclusividade de data e equipes diferentes das que atuam na vacinação de adultos. "É uma medida adotada para evitar que ocorrem erros na administração de doses da vacina infantil. Sendo assim, quem vacina as crianças, não vacina os adultos".

Mãe de duas meninas gêmeas (Alicia e Mariah, de 8 anos), Elisiane Silva Trindade, de 44 anos, chamou a atenção dos pais que ainda não levaram os filhos para vacinar. 
"Eu quero dizer a todos os pais que vacinem seus filhos, pois é muito importante a vacinação. Juntos, vamos vencer a Covid-19".

Moradora do Bairro Élbio Vargas, Lúcia Helena Rodrigues Prates, de 43 anos, acompanhou o filho Enzo Gabriel, de 8 anos. Asmático, o menino enfrenta muitas dificuldades, principalmente por causa da necessidade de ter que usar máscaras diariamente.
Aluno do 3º ano da Escola Telmo Menezes, Enzo Gabriel vai poder retornar à sala de aula com mais tranquilidade, já que parte da imunização foi concluída.
"Eu acho muito importante que as mães tragam os seus filhos. A vacina é uma proteção para as crianças, para a escola... nos compreendemos o que os professores passam, no dia a dia. Vai ser muito importante para a saúde de todos", destacou Lúcia Helena.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.